Apple e Samsung se reúnem para tentar encerrar batalha de patentes

0
0

A longa batalha travada nos tribunais entre a Apple e a Samsung poderá chegar ao fim. As duas empresas se reuniram nos últimos meses para uma série de negociações desde que o Tribunal de San Jose, na Califórnia, determinou que a fabricante coreana pagasse US$ 1,052 bilhão à empresa americana por ter quebrado patentes em seus smartphones e tablets. Segundo pessoas próximas ao assunto relataram ao The Wall Street Journal, executivos das empresas têm discutido, inclusive pessoalmente, para tentar chegar a um acordo sobre a disputa de patentes.

Documentos da Câmara de Comércio Internacional dos Estados Unidos (ITC, na sigla em inglês), que o jornal diz ter tido acesso, indicam que as arquirrivais chegaram perto de um acordo em fevereiro, mas as negociações já esfriaram novamente. Em um dos encontros, a Samsung teria tentado negociar o licenciamento de uma ampla patente, a fim de resolver todos os litígios entre as empresas, mas não está claro se a Apple se interessou pelo acordo. Aparentemente as negociações perderam força, pois a Apple não acredita na "boa-fé" da fabricante coreana quanto aos royalties propostos para licenciamento de suas patentes. 

A possibilidade de um acordo entre as empresas pode gerar uma reviravolta no caso, que se arrasta desde 2011, quando a fabricante do iPhone acusou a Samsung de copiar seus produtos. A companhia coreana, por sua vez, rebateu as acusações alegando que a Apple viola patentes amplas que são consideradas essenciais para a criação de dispositivos sem fio. Uma negociação seria muito bem aceita pelo tribunal, já que a juíza do caso, Lucy Koh, pede há meses que as companhias tentem se entender e reduzam o número de alegações de produtos que violam suas respectivas patentes.

O acordo também ajudaria na relação das companhias no mercado, já que ambas estão interligadas por conta das peças para dispositivos móveis que a Samsung fornece à Apple, que é uma das maiores clientes da fabricante coreana no mercado de processadores e chips de memória. Inclusive na semana passada, o jornal sul-coreano Korea Economic Daily revelou que a Samsung recuperou um contrato para fornecimento de processares que serão utilizados no iPhone 7 em 2015. Por conta das disputas de patentes entra as empresas, o contrato havia sido perdido para a Taiwan Semiconductor Manufacturing Company (TSMC).

Deixe seu comentário