Montreal desenvolve tecnologia para medir temperatura por biometria

0
12

A Montreal acaba de lançar uma solução pioneira na área de saúde. Trata-se de um sistema de medição de temperatura corporal por meio de biometria. A tecnologia permite identificar, logo na entrada de um hospital ou no acesso a ambientes corporativos ou residenciais, se uma pessoa está com febre através da leitura de seus dados biométricos faciais. O sistema é capaz de medir a temperatura a até 0,8m de distância e com precisão de 0,3°.

O mPassFever é uma importante ferramenta para evitar a contaminação por doenças infectocontagiosas. O sistema pode ser usado no processo de triagem de pacientes em unidades hospitalares. Ao mesmo tempo, é um instrumento a mais para garantir a segurança em locais de grande circulação, como fábricas, escritórios, prédios comerciais e residenciais ou mesmo escolas e supermercados. A medição de temperatura é feita sem qualquer contato físico e de maneira instantânea – leva, em média, menos de um segundo.

Entre as vantagens adicionais, o sistema funciona em ambientes externos com baixa ou excesso de iluminação e é capaz de identificar "caronas", ou seja, se uma segunda pessoa tenta acessar simultaneamente um ambiente sem a devida medição. Funciona off-line, mas pode ser adaptado para montar bancos de dados externo. Elétrico, tem formato semelhante ao de um tablet, com sensor e painel para detecção. O equipamento já está em uso em prédios comerciais, um deles no Leblon, no Rio de Janeiro, e outro na Faria Lima, em São Paulo. 

O mPassFever foi aprovado no desafio Startups VsCovid-19, que busca soluções tecnológicas capazes de mitigar direta ou indiretamente os efeitos da pandemia do novo coronavírus.

Deixe seu comentário