Google e Facebook devem pagar pelo conteúdo de notícias na Austrália

0
3

A Austrália forçará o Google e o Facebook a pagar meios de comunicação por suas notícias e conteúdos, tornando-se um dos primeiros países a exigir que os gigantes da tecnologia compartilhem lucrativa receita publicitária.

Um código de conduta obrigatório será totalmente revelado em julho, para ser transformado em Lei. Ele inclusive prevê multas caso as empresas não cumpram as solicitações, bem como processos envolvendo a divulgação não autorizada do material editorial.

Google e Facebook tiveram um enorme impacto na indústria de notícias da Austrália, capturando cerca de dois terços das verbas com anúncios online no país.

Posicionamento

Segundo um porta-voz do Google, "trabalhamos por muitos anos para nos tornarmos um parceiro colaborativo do setor de notícias, ajudando-os a expandir seus negócios por meio de anúncios e serviços de assinatura, e a aumentar o público-alvo, gerando tráfego para seus sites. Desde fevereiro, contamos com mais de 25 empresas jornalísticas australianas contribuindo com um código voluntário e trabalhamos com o cronograma e o processo estabelecidos pela Comissão Australiana da Concorrência e do Consumidor (ACCC). Procuramos trabalhar de modo construtivo com a indústria, a ACCC e o governo para desenvolver um Código de Conduta, e continuaremos a fazê-lo durante o processo de revisão estabelecido hoje pelo governo."

Deixe seu comentário