Publicidade
Início Newsletter (TI Inside) Women Can Code abre inscrições para mulheres que queiram atuar na área...

Women Can Code abre inscrições para mulheres que queiram atuar na área da tecnologia

0
Publicidade

A Share RH abriu inscrições para a 5° edição do Women Can Code, programa criado com o objetivo de aumentar a participação de mulheres na área da tecnologia. A iniciativa é patrocinada pelas empresas SulAmerica e Venturus, que irão proporcionar, respectivamente, trilhas de Apex (Salesforce) e Node para as mulheres que desejam acelerar suas habilidades nestas linguagens.

As interessadas em participar da 5° edição devem se inscrever no site https://conteudo.sharerh.com/womencancode-5edicao, até o dia 9 de maio. Após a inscrição, elas irão participar de um processo seletivo, que definirá quais candidatas vão ingressar na formação gratuita de 84 horas.

No total, serão disponibilizadas 25 vagas por trilha, que são destinadas às mulheres que possuam uma base sólida de programação e tenham disponibilidade para participar das aulas entre os dias 17 de maio a 12 de junho, das 19h às 22h. Aos sábados, a programação é das 9h às 16h. Além disso, as participantes precisam ter acesso à internet de banda larga e possuir computador para acompanhar as aulas.

Vale destacar que, ao final do programa, as participantes poderão ser contratadas para trabalhar nas empresas patrocinadoras. Para a SulAmérica, as vagas são pontuais para as regiões metropolitanas de São Paulo (SP) e do Rio de Janeiro (RJ). Já para a Venturus, as oportunidades são voltadas para mulheres de todo o país.

Na 5ª edição do Women Can Code, haverá também uma trilha da Share RH, sem vínculos às empresas patrocinadoras, voltada para mulheres que não possuem conhecimento na área de tecnologia e queiram iniciar neste mercado. Nela, serão abordados assuntos introdutórios para ajudar no desenvolvimento técnico e também comportamental das alunas. As etapas do processo seletivo serão as mesmas, porém com critérios diferentes.

Women Can Code em números

Lançado em 2019, o Women Can Code nasceu com o objetivo de oferecer mais oportunidades para mulheres na área de tecnologia, por meio da formação técnica nas principais linguagens de programação desejadas por empresas da área.

Desde então, já foram realizadas quatro edições da iniciativa, que, juntas, contaram com a participação de mais de 20 empresas parceiras da Região Metropolitana de Campinas (RMC), como Bosch, Matera, Grupo Ultra e Venturus.

Até o momento, o Women Can Code ajudou a formar cerca de 350 mulheres, divididas em oito das principais linguagens de programação existentes. Ao final da formação, mais de 30 participantes já saíram do programa empregadas pelas empresas patrocinadoras.

Além de suprir a crescente demanda por profissionais ligados à tecnologia, o Women Can Code também busca reduzir o desequilíbrio de gênero entre a força de trabalho da área, visto que, ainda hoje, cerca de apenas 17% das pessoas desenvolvedoras no Brasil são mulheres.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

Sair da versão mobile