Pesquisa aponta migração do processamento de grandes volumes de dados para nuvem

0
46

A quarta pesquisa anual de uso da nuvem, feita pela empresa de virtualização de dados Denodo, apurou que as organizações estão acelerando a adoção do processamento em nuvem com o objetivo de aproveitar sua flexibilidade, controlar custos, acelerar o tempo de lançamento no mercado e simplificar o gerenciamento de dados.

De acordo com os entrevistados da pesquisa, que abrangeu 150 negócios globais e profissionais de TI de vários setores da indústria, a implantação da nuvem híbrida continua a ser a escolha dominante, já que mais de um terço dessas organizações (35 %) usam esse modelo.

A nuvem privada mostrou algum uso, respondendo por quase um quarto de todas as formas de processamento (24%), seguida pela nuvem pública, que permaneceu quase estável em 16 %. A utilização de vários provedores de nuvem continua sendo uma escolha popular para quase uma em cada dez organizações (9%) que optam por adquirir os melhores aplicativos, repositórios de dados e tecnologias de orquestração de infraestrutura entre diferentes provedores de serviços de nuvem para evitar a dependência de um único fornecedor.

Embora o número de organizações com algum nível de adoção da nuvem tenha permanecido estável ano após ano, o percentual de organizações que estão movendo grandes volumes de processamento avançado para a nuvem aumentou 25% (19,59% em 2021 contra 15,48 % em 2020).

Apesar da segurança e das habilidades necessárias para a sua adoção ainda serem as principais preocupações das organizações, as estatísticas indicam claramente que as empresas estão mais confiantes para mover processamentos importantes para a nuvem e adotá-la de forma ainda mais abrangente. Em termos de provedores de nuvem, a AWS e o Azure ainda detêm a maior fatia do mercado de nuvem (65 % combinados), enquanto outros, como o Google Cloud Platform (GCP), estão lentamente os alcançando.

Como uma participação considerável de organizações está dando o primeiro passo para a nuvem com cautela, os Marketplaces estão se tornando muito populares, já que quase metade (45%) os utilizam de olho nos baixos investimentos iniciais previstos e riscos envolvidos. Os valores envolvidos no modelo pay as you use são a motivação mais popular com 35%, seguida pela possibilidade de autoatendimento para minimizar a dependência de equipes de TI (25%) e simplicidade na aquisição (14%). Evitar um compromisso de longo prazo também foi um motivador de 6% dos entrevistados.

As empresas estão adotando a nuvem para vários usos, sendo os mais populares analytics, infraestrutura e inteligência artificial (IA) e machine learning (ML). A adoção de AI, de ML e de processamento em stream, ganham relevância nas operações de rotina, já que o crescimento ano a ano para cada uma variou entre 50 e 100%. Quase 50% dos participantes usam múltiplas soluções para integração na nuvem, sendo as mais populares os data lakes, ETL pipeline, cloud data warehouse e armazenamento de objetos.

Na medida em que as organizações adotam a nuvem mais rápido do que nunca, os processos de TI estão se tornando mais automatizados e ágeis por meio da adoção de microsserviços e contêineres. Cinquenta por cento dos entrevistados indicaram que estão usando o Docker para automação e portabilidade. A adoção do Kubernetes também está aumentando em um ritmo constante, porque, para muitas organizações, centenas e às vezes milhares de microsserviços abrangem ambientes de TI locais e várias nuvens.

Metodologia

O estudo 2021 Denodo Global Cloud analisou 150 organizações em março de 2021. Participaram usuários de várias origens, funções e regiões. O relatório completo está disponível para download aqui.

Deixe seu comentário