Walmart vende site de comércio eletrônico na China para maior rival do Alibaba

0

A rede varejista americana Walmart anunciou nesta segunda-feira, 20, que está vendendo seu portal de e-commerce Yihaodian na China para a JD.com, a segunda maior companhia de comércio eletrônico da China e maior concorrente do gigante Alibaba.

 

Conforme os termos do acordo, o Walmart terá uma participação de 5% na JD.com, que vai emitir 144,9 milhões de novas ações como parte do negócio. Tomando-se como base o valor das ADRs (recibos de ações negociados nos Estados Unidos) da JD.com na Nasdaq nesta segunda-feira, de US$ 21,40, a participação do Walmart na empresa seria de cerca de US$ 3,1 bilhões.

 

As duas empresas disseram que pretendem trabalhar juntas para aumentar não só as vendas online, mas o tráfego da loja também. "A JD.com tem um negócio muito complementar ao nosso e é o parceiro ideal para nos ajudar a oferecer atraentes e novas experiências de compras a mais clientes", disse o CEO do Walmart, Doug McMillon em um comunicado. Ele ressaltou que, por meio da parceria, os consumidores chineses terão mais acesso a bens importados de alta qualidade.

McMillon disse ainda que os produtos do Walmart serão distribuídos pelo Sam's Club, que tem uma grande presença na China, adquiridos no site da JD.com. "Os consumidores terão a vantagem da capacidade da JD.com para entregar compras no mesmo dia ou no dia seguinte."

 

"Dada escala do Walmart [que no ano fiscal de 2016 registrou receita de US$ 482 bilhões], o negócio em si não é tão expressivo", disse o analista Brian Yarbrough, da consultoria Edward Jones, ao USA Today. "Mas é significativo porque mostra equipe de gestores de McMillon está decidida a acelerar o retorno em mercados estrangeiros. "Uma das grandes reclamações por parte dos investidores é que [o Walmart] continua a acumular toneladas de capitais nos mercados internacionais, mas o retorno não é aceitável", disse Yarbrough, ao estimar que no longo prazo o negócio com a JD.com deve fornecer altas escalas.

 

O Walmart ocupa o sexto lugar no mercado online da China, com uma participação de mercado de 1,6%. A título de comparação, o Alibaba detém 46,9% do mercado, seguido pela JD.com com 20,1%, segundo a Euromonitor International, empresa de pesquisa global. No entanto, a Yihaodian não é pequena operação. Ele opera 250 hubs cobrindo 200 cidades chinesas. Em muitos casos, ela consegue entregar mantimentos em menos de três horas. A JD.com vai assumir o controle da marca Yihaodian, ao passo que o Walmart vai continuar a operar negócios de vendas diretas da Yihaodian.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui