Casa da Startups anuncia primeiras incubadas no PradoTech

0

Na próxima terça-feira, 21, o PradoTech realiza o Warm Up Casa das Startups. O evento, que acontece no Espaço Parador del Prado, no Prado Bairro Cidade-Gravataí, às 16h, reunirá as sete primeiras startups que serão incubadas pelo Parque. O momento dará o pontapé inicial ao processo de entrada das empresas na Casa das Startups, incubadora do parque que abrigará os potenciais novos unicórnios brasileiros, num projeto desenvolvido em parceria entre a Prefeitura Municipal de Gravataí, a Unitec IAD da Unisinos e o Instituto Prado.  

A atividade reúne os empreendedores que passaram pelo processo seletivo e agora irão compor o novo ecossistema inovador instalado na cidade de Gravataí. Além disso, a ocasião será o primeiro encontro entre os gestores do PradoTech, da Prefeitura Municipal, da Unisinos e demais parceiros estratégicos do Parque e os empreendedores responsáveis pelas startups selecionadas. 

Ao todo, 15 propostas de negócios foram pré-selecionadas e analisadas. A escolha das sete primeiras empresas contou com a gestão da Unitec, incubadora do Tecnosinos certificada com relação à aceleração de startups. 

Para Carlos Gerdau Johannpeter, presidente do Instituto Prado, é uma grande arrancada. "Estamos iniciando com sete startups com bons planos de negócios e tecnologia que serão apoiadas com conhecimento, oportunidades de investimento e de mercado. É uma nova economia que estamos ajudando a construir para Gravataí, para o Rio Grande do Sul e, sem dúvida, para a inserção global do Brasil", explica o executivo. 

Susana Kakuta, CEO do PradoTech, destaca que a data marca o grande dia de recepção das primeiras startups do parque. "Foram selecionadas com rigor e faremos uma jornada de crescimento positiva e acelerada, como deve ser no contexto das startups. São novos CNPJs da nova economia do conhecimento daqui do Rio Grande do Sul. Temos espaço para 30 empreendimentos na Casa das Startups, estas são as primeiras", explica. 

Incubação e investimentos de R$ 20 milhões 

A incubação ocorrerá por um período estimado de três anos, com investimentos do Programa de Governo Startup Gravataí. Durante esse tempo, as startups deverão consolidar os seus modelos de negócio e contribuir com o ecossistema de inovação da região. Para a tarefa, as empresas contarão, por exemplo, com a possibilidade de acessarem o Fundo de Investimentos Ventiur Prado, que consolida cotas de investidores de R$20 milhões, e será operado pela Ventiur Aceleradora. 

O prefeito de Gravataí, Luiz Zaffalon, vê a concretização de um projeto. "É o nosso plano de governo de fato acontecendo. Queríamos isto, desenhamos isto e preparamos a casa neste sentido. Entendemos que este ato é a entrada do município na nova economia." A secretária municipal de Inovação, Ciência e Tecnologia de Gravataí, Selma Fraga, entende a ocasião como um movimento importante. "As sete primeiras startups que receberemos representam o resultado do movimento iniciado em 2017 pela Associação Gaúcha de Tecnologia e Inovação do Vale do Gravataí (AGTI) e a certeza que o sonho de transformar Gravataí num grande Vale de Inovação e Empreendedorismo dá os primeiros passos na realidade."  

O Parque Tecnológico do Prado – PradoTech é fruto de uma parceria entre o Instituto Prado e a Prefeitura Municipal de Gravataí, por meio da Secretaria Municipal de Inovação, Ciência e Tecnologia. A previsão é que o ambiente de inovação situado na cidade gaúcha contemple mais de 100 empresas, além da geração de cinco mil empregos de valor agregado. 

Confira a lista das empresas incubadas: 

– Bestlink Intermediações. 

– PraKaranga.  

– Ipayl. 

– GreenClub. 

– Izzie It. 

– GWA – Green Way for Automotive. 

– Leeg Legal Design. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui