Na área de segurança, detecção e resposta são prioridades das organizações, diz Gartner

0
25

O Gartner afirma que as empresas estão transformando suas estratégias de gastos com segurança em 2017, afastando-se das abordagens restritas à prevenção para se concentrarem mais na detecção e resposta. Os gastos mundiais em segurança da informação deverão atingir US$ 90 bilhões neste ano, um aumento de 7,6% em relação a 2016, e chegar a US$ 113 bilhões até 2020.

A consultoria também informa que muitas organizações também carecem do conhecimento organizacional estabelecido sobre as estratégias de detecção e resposta em segurança, porque as abordagens preventivas foram as táticas mais comuns por décadas.

Os conjuntos de habilidades são escassos e, portanto, permanecem em organizações líderes premium que buscam ajuda externa de consultores de segurança, Provedores de Serviços Gerenciados de Segurança (MSSPs) e terceiros.

A necessidade de detectar e responder melhor a incidentes também criou novos segmentos de produtos de segurança, como deception, detecção e resposta de Endpoints (EDR), segmentação definida por software, Intermediários de Segurança para o Acesso à Nuvem (CASBs) e Análise de Comportamento de Usuários e Entidades (UEBA). Esses novos setores estão criando novos gastos líquidos, mas também estão deixando de fora despesas de segmentos já existentes, como segurança de dados, segurança de rede da Plataforma de Proteção Corporativa (EPP) e Gerenciamento de Eventos e Informações de Segurança (SIEM).

Do lado dos serviços, o surgimento de iniciativas especializadas de detecção e resposta gerenciadas (MDR) é uma ameaça para os MSSPs tradicionais.

Conforme as empresas se transformam para equilibrar a prevenção com novos métodos de detecção e resposta, os CISOs estão mudando a forma como medem o sucesso de sua estratégia de segurança. Todos os investimentos em segurança estão sendo mensurados em relação a como eles contribuem para a mudança de mentalidade. Mesmo os controles preventivos de segurança, como EPP, firewalls, segurança de aplicações e Sistemas de Prevenção de Intrusão (IPSs), estão sendo ajustados para fornecerem mais inteligência em operações de segurança, análises e plataformas de relatórios.

Deixe seu comentário