Steve Ballmer deixa Conselho da Microsoft, oito meses após entregar cargo de CEO

0
0

Steve Ballmer deixou o Conselho de Administração da Microsoft, oito meses após sua saída do cargo de presidente-executivo (CEO), pondo fim a mais de três décadas na companhia que liderou a revolução do computador pessoal. Apesar do desligamento do Conselho, Ballmer, de 58 anos, continua a ser o maior acionista individual da fabricante de software, com 4% das ações.

Depois de entregar o cargo de CEO, em fevereiro, para Satya Nadella, Ballmer comprou o time de basquete Los Angeles Clippers, por US$ 2 bilhões, e apareceu à frente da equipe nesta semana, com a promessa de levar a equipe para o topo do ranking da bilionária Associação Nacional de Basquete dos EUA, a NBA.

Ballmer comandou a Microsoft de 2000 a fevereiro deste ano e, nesse período, a receita da empresa triplicou, mesmo enfrentando pesos pesados da indústria como a Apple e o Google, em áreas como telefones celulares, tablets e buscas na internet. Ele se uniu à empresa de Bill Gates em 1980 quando era apenas uma startup, instalada no subúrbio de Seattle, e o sucedeu como presidente-executivo.

"Eu quero ser um grande acionista e quero dar atenção às minhas ações, mas entre minhas obrigações com o ensino e minhas novas responsabilidades no Clippers, e os meus deveres cívicos, [isso] é muito", disse Ballmer em uma entrevista à imprensa dos EUA. E finalizou: "Eu amo a Microsoft".

Deixe seu comentário