Ações da IBM têm forte queda após divulgar resultados e projeção abaixo das estimativas

0
0

Os resultados financeiros da IBM referentes ao terceiro trimestre deste ano, bem como as projeções para 2015 não foram bem recebidos por Wall Street. As ações da companhia abriram o pregão desta terça-feira, 20, na bolsa eletrônica Nasdaq — um dia após a divulgação do balanço — negociadas a US$ 142,45, queda de 4,5% em relação ao fechamento do dia anterior, quando os papéis encerraram o pregão valendo US$ 149,28. Às 14h40 (horário de Brasília), a queda nos papéis atingiu pico de 5,9%, com os mesmos cotados a US$ 140,35. As ações da IBM fecharam o pregão valendo US$ 140,68, queda de 5,7%.

A companhia anunciou projeção de lucro por ação entre US$ 14,75 e US$ 15,75, sucumbindo sua estimativa anterior de lucro entre US$ 15,75 e US$ 16,50 por ação. Além disso, a receita obtida no terceiro trimestre, de US$ 19,3 bilhões, cifra 14% menor que os US$ 22,4 bilhões registrados um ano antes, ficou aquém dos US$ 19,6 bilhões aguardados por analistas de mercado.

Ainda de acordo com o balanço financeiro divulgado na segunda-feira, 19, a IBM fechou o terceiro trimestre com lucro líquido de US$ 3 bilhões, queda de 14% em relação aos US$ 3,5 bilhões contabilizados em igual período do ano passado.

"Continuamos a fazer investimentos significativos para construir plataformas em torno de analytics, nuvem, mobilidade e segurança, a fim de lançar as bases para uma nova era de negócios cognitivo – onde vemos valor a longo prazo para nossos clientes e acionistas", declarou Virginia Rometty, presidente da IBM.

A empresa, como muitos dos grandes nomes da tecnologia, está tentando encontrar o seu caminho em um mundo em rápida mudança, não só com a evolução da tecnologia da informação, mas com as complicações geradas pela moeda global, que impacta exportadores americanos como a IBM.

Deixe seu comentário