Bayer desenvolve conceito baseado em inteligência artificial para otimizar monitoramento do processo produtivo

0
45

Para otimizar o monitoramento de operações desde as fábricas e o transporte até a entrega e satisfação do cliente, recentemente a multinacional Bayer desenvolveu o conceito de Governança Inteligente (Smart) para a área de Product Supply, aproveitando movimentos de inovação digital e indústria 4.0. No Brasil, a empresa lançou o chamado Smart Center, modelo de gestão que utiliza tecnologia de ponta para monitorar informações e indicadores estratégicos e operacionais, utilizando uma combinação de tecnologias como IA, Big Data, IoT, robotização e automatização de sistemas e processos.

"O Logistics Smart Center foi nosso primeiro lançamento e possibilitou uma gestão mais eficiente em diversas frentes. No período pré-Smart Center, o nível de entregas no tempo correto (OTD) era de 72%. Atualmente, subimos para 96% por meio da ferramenta de Machine Learning. Essa melhoria impactou a redução de 190.000 Km de distância percorrida com a otimização de roteirização de entregas. Como resultado, foram evitadas 537 toneladas de emissão de CO2. Além disso, temos 100% de visibilidade online da data final de entrega", explica Rogerio W. Andrade, Vice-Presidente de Product Supply LATAM na Bayer.

Hoje, a Bayer Brasil exporta esse modelo de gestão para outras cidades brasileiras e também para outros países, como Argentina e México. Os Centros de Inteligência mais recentes foram inaugurados em abril e outubro deste ano. O Make Smart Center monitora indicadores da área de manufatura da divisão de negócios agrícolas da Bayer.

Deixe seu comentário