Publicidade
Início ESG Indústria automobilística cria iniciativa Software République

Indústria automobilística cria iniciativa Software République

1
Publicidade

A mobilidade nunca evoluiu tão rápido como nos últimos anos, com a diversificação dos modelos de negócios e opções em termos de conectividade, descarbonização e multimodalidade. E isso é apenas o começo. O mercado mundial da mobilidade deve crescer 60% até 2035, para atingir 11.000 bilhões de euros.

Principalmente, pelo surgimento de tecnologias de ruptura (veículos elétricos, novos componentes, novos serviços, etc.), que exigem o desenvolvimento de novos sistemas e softwares, foi criada a “Software République, uma  resposta às profundas mudanças que estão acontecendo na mobilidade”, explica François Dossa, membro do comitê de direção do Grupo Renault, responsável pelos projetos de inovação aberta.

Os Estados Unidos e a China já compreenderam isso e lançaram suas estratégias reforçadas de integração, que se dividem em duas categorias.

De um lado, a estratégia de integração vertical da Tesla, com o objetivo de controlar todo o coração do veículo, inclusive baterias e softwares. Do outro lado estão os grupos de empresas automotivas e de tecnologia chinesas, envolvidas em estratégias de integração horizontal, para oferecer soluções e serviços competitivos no setor de mobilidade inteligente.

Neste contexto se insere a Software République, cujo “objetivo é estruturar um novo setor de desenvolvimento de softwares dedicados à mobilidade”, informa Dossa. Esta estratégia de integração horizontal responde tanto a um desafio de competitividade para a Renault como – de forma mais abrangente – a um desafio de soberania, com a necessidade urgente de a França e a Europa construírem um ecossistema sustentável nesta área.

Sofware” e “République”

A Software République denomina um grupo de parceiros que representam expertises ou competências para desenvolver inovações em softwares para a mobilidade. Entre os parceiros estão seus membros fundadores: Atos, Dassault Systèmes, Grupo Renault, STMicroelectronics e Thales. Para François Dossa, “esses parceiros fundadores aportarão as competências necessárias para desenvolver inovações tecnológicas e softwares para a mobilidade. A combinação de todas nossas competências permitirá acelerar a implementação e comercialização dessas inovações”. Por isso, o nome “Software République” se torna evidente:

Software porque envolve o desenvolvimento de softwares em três grandes áreas: sistemas veiculares, sistemas para mobilidade e ecossistemas de energia. Tudo isso baseando-se em facilitadores-chave nas áreas de tecnologias de inteligência artificial, cibersegurança, eletrônica especializada, big data e simulação digital.

E République para designar seu funcionamento como um ecossistema. Ou seja, uma estratégia de inovação aberta entre parceiros que se complementam (grandes empresas, startups, universidades, centros de pesquisa, setor público etc.), para desenvolver em conjunto novas soluções inovadoras e novos serviços.

Mobilidade inteligente e sustentável

Por fim, estes softwares e soluções desenvolvidos pela Software République serão dirigidos aos operadores de serviços de mobilidade (empresas privadas ou setor público), “permitindo que eles desenvolvam produtos e serviços para facilitar a acessibilidade nos territórios, melhorando a experiência dos cidadãos e a gestão da energia”, explica Dossa.

Entre os primeiros exemplos concretos de soluções em discussão com os parceiros está a “Plug&Charge”, que tem o objetivo de simplificar a recarga elétrica por meio do desenvolvimento de novas tecnologias e serviços. Este sistema permitirá que um carro que esteja conectado a qualquer eletroposto compatível seja reconhecido para que o pagamento da recarga seja feito automaticamente. A Software République também já está trabalhando na simulação de fluxos para facilitar o acesso e a troca de informações sobre mobilidade, de forma instantânea e aberta em escala territorial, para oferecer soluções para tornar o trânsito mais fluido, reduzir os engarrafamentos, o tempo perdido e as emissões de CO2.

“A Software République vai se materializar a partir de 2021, com o lançamento das primeiras cooperações específicas no 2º trimestre”, explica François Dossa.

Pesquisas e desenvolvimentos

Para melhor compreender o lugar e o papel de cada um na Software République, seu funcionamento pode ser resumido da seguinte forma:

– Um grupo de membros fundadores, que definem a estratégia e priorizam as soluções tecnológicas que serão desenvolvidas.

– Cooperações específicas, para ajudar no surgimento de fornecedores de tecnologias para a mobilidade, desenvolvendo e comercializando novas soluções tecnológicas em conjunto.

– Uma incubadora, para desenvolver as startups mais inovadoras em tecnologias para a mobilidade.

– Um fundo de investimento especializado em tecnologias para a mobilidade, para financiar as startups mais promissoras.

– Um instituto de pesquisa, para favorecer os intercâmbios entre a indústria e a academia.

1 COMENTÁRIO

Deixe seu comentário

Sair da versão mobile