Google planeja reter até US$ 30 bi em caixa para financiar aquisições no exterior

0

O Google planeja reter até US$ 30 bilhões em caixa para investir em aquisições no exterior, uma vez que está expandindo os negócios  para novos mercados, como de hardware, de acordo com documento enviado à Securities and Exchange Commission (SEC), em resposta à pressão do órgão regulador do mercado de capitais nos EUA, que tem questionado a empresa sobre o que ela pretende fazer com o dinheiro acumulado no exterior, o qual atingiu a cifra de US$ 34,5 bilhões no fim de março.

Segundo a carta, o gigante das buscas quase concluiu uma grande aquisição de empresa estrangeira no fim do ano passado, avaliada entre US$ 4 bilhões e US$ 5 bilhões, mas abandonou as negociações logo antes de enviar a carta. O documento foi enviado à SEC em dezembro do ano passado, semanas antes do Google vender a Motorola Mobility à fabricante chinesa de PCs Lenovo, por US$ 3 bilhões, e só foi divulgado na última terça-feira, 20. A empresa, no entanto, não definiu um cronograma para as compras, nem os possíveis alvos.

"É razoável prever que o Google precise de US$ 20 bilhões a US$ 30 bilhões em ganhos no exterior para financiar aquisições e a compra de direitos de tecnologia estrangeira", escreveu a empresa na carta. No ano passado, o Google gastou US$ 1,4 bilhão em mais de 20 aquisições estratégicas, incluindo US$ 1 bilhão na compra da empresa de mapeamento móvel Waze.

Apesar das ambições internacionais do Google serem exageradas, executivos de outras empresas de tecnologia dos Estados Unidos advertem, no entanto, que faltam empresas de tecnologia atraentes e disponíveis para venda fora dos EUA, em particular na indústria da internet. Isso fez com que o Google estruturasse uma campanha de aquisições para expandir seus negócios para além de seu core business, como foi o caso da compra da Titan Aerospace, fabricante de drones (aviões não tripulados) de alta altitude movidos a energia solar, que coletam imagens da Terra em tempo real. Com informações de agências internacionais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui