Publicidade
Início Newsletter (TI Inside) EUA proíbe Kaspersky de vender software e serviços de segurança cibernética

EUA proíbe Kaspersky de vender software e serviços de segurança cibernética

0
Publicidade

Nesta quinta-feira, 20, o Departamento de Comércio dos EUA emitiu uma determinação final que proíbe a Kaspersky Lab, Inc., suas afiliadas, subsidiárias e empresas controladoras, direta ou indiretamente, de fornecer software antivírus e produtos ou serviços de segurança cibernética nos Estados Unidos ou para pessoas dos EUA.

O órgão chegou a esta determinação depois de uma investigação ter descoberto que as transações envolvendo os produtos e serviços da Kaspersky Lab representam um risco inaceitável para a segurança nacional dos EUA.

Além disso, o Departamento de Comércio incluiu o Kaspersky Lab e o Kaspersky Group (Rússia) e Kaspersky Labs Limited (Reino Unido) na Lista de Entidades pela sua cooperação com autoridades militares e de inteligência russas em apoio aos objetivos de inteligência cibernética do governo russo. Estas atividades são contrárias à segurança nacional e aos interesses da política externa dos EUA, diz o comunicado.

Anteriormente, o Departamento de Segurança Interna emitiu uma diretriz operacional vinculativa que exigia que os departamentos e agências do Poder Executivo Federal descontinuassem o uso e removessem produtos e serviços da marca Kaspersky Lab, conforme definido, de seus sistemas de informação.

Declaração da Kaspersky sobre a determinação do Departamento de Comércio dos EUA

A Kaspersky está ciente da decisão do Departamento de Comércio dos Estados Unidos de proibir o uso do software Kaspersky no país. A decisão não afeta a capacidade da empresa de vender e promover produtos de inteligência contra ciberameaças e/ou treinamentos nos EUA.

Apesar de propor um sistema no qual a segurança dos produtos da empresa pode ser verificada de forma independente por empresas terceiras de confiança, a Kaspersky acredita que o Departamento de Comércio tomou sua decisão com base no atual cenário geopolítico e preocupações teóricas, em vez de uma avaliação técnica sobre a integridade dos produtos e serviços da Kaspersky. A Kaspersky não se envolve em atividades que ameacem a segurança nacional dos Estados Unidos e, na verdade, fez contribuições significativas com relatórios e proteção contra uma variedade de ameaças que visavam os interesses dos EUA e seus aliados. A empresa pretende buscar todas as opções legais disponíveis para preservar suas operações e relações atuais.

Por mais de 26 anos, a Kaspersky tem cumprido sua missão de construir um futuro mais seguro, protegendo mais de um bilhão de dispositivos. A Kaspersky fornece produtos e serviços líderes de mercado para clientes ao redor do mundo para protegê-los de todos os tipos de ciberameaças, demonstrando repetidamente sua independência frente a qualquer governo. Além disso, a Kaspersky implementou medidas de transparência inéditas entre seus pares da indústria de cibersegurança, com o objetivo de demonstrar seu forte comprometimento com a integridade e confiabilidade. A decisão do Departamento de Comércio ignora injustamente as evidências.

O principal impacto dessa medida é uma vantagem para o cibercrime. A cooperação internacional entre especialistas de cibersegurança é crucial na luta contra o malware e a decisão restringirá esses esforços. Além disso, tira a liberdade que, consumidores e organizações, grandes e pequenas, deveriam ter de usar a proteção que desejam. Neste caso, forçando-os a se afastar da melhor tecnologia antimalware do setor, de acordo com testes independentes. Isso causará uma interrupção dramática para os clientes da empresa, que serão forçados a substituir urgentemente a tecnologia que preferem e na qual confiaram para sua proteção por anos.

A Kaspersky continua comprometida em proteger o mundo das ciberameaças. O negócio da empresa permanece resiliente e forte, marcado por um crescimento de 11% nas vendas em 2023. Estamos ansiosos pelo que o futuro reserva e continuaremos a nos defender contra ações que buscam prejudicar injustamente nossa reputação e interesses comerciais.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Sair da versão mobile