Por que agora é o momento de investir em recuperação de desastres como um serviço

0
1

Embora várias formas de serviços de Recuperação de Desastres (DR) baseados em assinaturas tenham estado no mercado há algum tempo, a verdadeira Recuperação de Desastres como um Serviço (DRaaS, na sigla em inglês) ainda era vista como uma tecnologia em desenvolvimento, no entanto já está se tornando uma realidade dentro das empresas.

Com a DRaaS, quando uma falha no hardware ocorre e exige que todo o servidor seja recuperado, ao invés de fazer a recuperação da carga de trabalho para outro servidor local, é possível fazê-la para rodar na nuvem. A Recuperação de Desastres como um Serviço permite aos clientes fazer um failover da infraestrutura local para um ambiente de nuvem multiusuário.

Dito isso, por que agora é o momento de empresas investirem nesse serviço? Quais os benefícios que a Recuperação de Desastres como um Serviço pode trazer às organizações? Abaixo, listo quatro razões para as empresas considerarem a DRaaS como uma grande oportunidade para facilitar e modernizar as operações de TI, além de reduzir custos.

  1. Tecnologia mais barata gera maior adoção

Para pequenas e médias empresas com ambientes de TI de tamanho moderado e sem os recursos internos necessários, a Recuperação de Desastres como um Serviço começou como uma maneira acessível de se beneficiar de uma plataforma eficaz de recuperação de desastres. Mas para grandes corporações com infraestruturas complexas e maiores volumes de dados espalhados por diferentes sistemas, a DRaaS  costumava ser complicada e cara para implementar.

Mas hoje não é mais assim. Uma pesquisa realizada em 2014 pela Veeam com 760 empresas revelou que 70% dos  entrevistados já tinham investido ou planejavam investir em DRaaS. Conforme a tecnologia melhora, as escolhas aumentam e os custos caem, e a adoção de DRaaS cresce rapidamente por empresas de todos os tamanhos. As ofertas maduras de Recuperação de Desastres como um Serviço também significam que empresas menores não precisam mais perder dinheiro em locais secundários de DR, que requerem uma aquisição de capital caro e com pouco retorno de investimento quando o local não é usado.

  1. Facilidade de implementação e uso

Além do custo mais eficaz que a DRaaS possui em comparação com a tradicional recuperação de desastres, agora implementá-la é muito menos complexo, com mínimas paradas no sistema e mínimo impacto para os usuários. A Recuperação de Desastres como um Serviço consegue oferecer uma maneira simples de atender às demandas atuais para entregar serviços Always-On. Ficou fácil implementar o serviço, recuperar dados, aplicações e máquinas virtuais inteiras, e gerenciar o backup e a recuperação.

  1. Benefícios para a TI

Os diversos benefícios da Recuperação de Desastres como um Serviço faz com que ela seja uma peça essencial para o data center moderno. Entre eles, estão a recuperação em poucos minutos em caso de desastres, ao invés de horas ou mesmo dias; a flexibilidade de ativar recursos virtuais off-site sob demanda; e a segurança, já que as melhores soluções do setor garantem a criptografia dos dados ambos em trânsito e em repouso.

  1. Vantagens da nuvem

Outra vantagem da Recuperação de Desastres como um Serviço em comparação com um tradicional site de Recuperação de Desastres é que todos os dados protegidos da carga de trabalho já estão armazenados na nuvem, portanto restaurar o site virtual de DR é uma operação muito mais rápida do que recuperar um local físico de DR. Tudo o que precisa ser feito é mover os dados protegidos de uma parte da nuvem da infraestrutura do provedor para outra parte, ao invés de serem transmitidos até uma conexão de internet para o site físico de DR.

Conforme a tecnologia avança, a Recuperação de Desastres como um Serviço se torna uma ferramenta mais poderosa para as empresas do que o site tradicional de recuperação de desastres. É fundamental encontrar o fornecedor certo para implementar esse tipo de solução, uma vez que ele será capaz de prover uma solução completa de disponibilidade que torna a recuperação de desastres na nuvem um processo muito simples e eficiente. Depois dessa etapa, a organização poderá aproveitar todas as vantagens da tecnologia para seguir em direção aos negócios Always-On.

Vitaly Sukhovsky, vice-presidente para América Latina da Veeam Software.

Deixe seu comentário