Cisco pode entrar na lista negra de boicote do governo chinês

0
27

A Cisco Systems pode estar em uma lista negra chinesa de organizações norte-americanas que as autoridades de Pequim estão elaborando para proibir negócios naquela país, de acordo com o The Wall Street Journal.

Segundo a publicação, alguns líderes chineses estão hesitando em começar o boicote, argumentando que uma decisão deve esperar até depois das eleições nos EUA. Mas isso aponta para lutas na China sobre como responder à ação contenciosa do governo Trump.

A China havia anunciado pela primeira vez um plano para criar uma lista negra em maio de 2019, quando as restrições contra a Huawei nos EUA começaram a esquentar. Mas sua ação resistiu até agora, mesmo com o governo Trump intensificando a pressão contra empresas como a TikTok- ByteDance e a We Chat-Tencent.

A lista incluirá as empresas, cujas atividades "ataquem a soberania nacional da China e seus interesses em termos de segurança e de desenvolvimento", ou que violem "as regras econômicas e comerciais internacionalmente aceitas", descreve o Ministério o Comércio chinês.

De todas as listas negras que os ministérios chineses foram solicitados a elaborar, a Cisco – um rival importante da Huawei – fez parte de cada uma delas, diz o jornal.

Deixe seu comentário