Lucro da EMC registra queda de 18% no terceiro trimestre

0
4

A EMC, fabricante de software e equipamentos para armazenamento de dados, encerrou o terceiro trimestre com lucro líquido de US$ 480 milhões, o que representa uma queda de 18% na comparação com os US$ 587 milhões registrados em igual período de 2014.

A receita consolidada foi de US$ 6,08 bilhões, ligeiro aumento de 0,8% em relação aos US$ 6,03 bilhões obtidos no mesmo trimestre do ano anterior. A receita com a venda de produtos no período totalizou US$ 3,2 bilhões, recuo de 5% ano sobre ano, e a receita com serviços somou US$ 2,8 bilhões, expansão de 7% na comparação trimestral anual.

De acordo com o informe de resultados, a EMC gerou US$ 1,4 bilhão de fluxo de caixa operacional e US$ 1,03 bilhão de fluxo de caixa livre no terceiro trimestre, e encerrou o período com US$ 14,3 bilhões em caixa e investimentos. Ainda no trimestre, a companhia distribuiu US$ 229 milhões em dividendos aos acionistas.

"Este é um momento histórico para a EMC e a indústria de TI. A combinação da EMC com a Dell criará uma potente indústria de tecnologia – uma nova empresa com mais de US$ 80 bilhões em receita que está extremamente bem posicionada para uma nova era. Acreditamos firmemente que esta combinação é a melhor opção estratégica para todos os nossos acionistas", comentou Joe Tucci, presidente e CEO da EMC.

Nasdaq

Os resultados financeiros da EMC referentes ao terceiro trimestre não foram bem recebidos por Wall Street. As ações da empresa abriram o pregão da Nasdaq nesta quarta-feira, 21, em queda de 4%, valendo US$ 26,34. Às 12h45 (horário de Brasília), os papéis atingiram pico de US$ 26,02, recuo de 5,3%. As ações da empresa fecharam o pregão cotadas a US$ 25,76, queda de 6,3%.

Deixe seu comentário