Global Encryption Coalition e Snowden afirmam que interferência na criptografia coloca sociedade e economia em risco

1
21

Um grupo de organizações da sociedade civil e empresas de tecnologia de todo o mundo se uniu para promover o uso de criptografia forte e combater tentativas perigosas por parte de governos e autoridades policiais de minar essa tecnologia no primeiro Dia Global da Criptografia.  

A criptografia protege a segurança pessoal de bilhões de pessoas e a segurança nacional de países no mundo todo. Comunidades marginalizadas, vítimas de violência doméstica e políticos que trabalham com informações altamente confidenciais precisam da criptografia para manter comunicações privadas e seguras. Mesmo as autoridades policiais usam sistemas de comunicação criptografados para garantir que o crime organizado e as organizações terroristas não tenham acesso a investigações. Graças à criptografia forte, as pessoas podem acessar serviços bancários e de saúde online sem medo de ter seus dados pessoais roubados.  

O uso de criptografia tem sido questionado por muitos governos em todo o mundo pela preocupação de que criminosos explorem a tecnologia para ocultar atividades ilegais online. No entanto, propostas para enfraquecer ou minar a criptografia forte podem, na verdade, deixar os usuários mais vulneráveis a ataques cibernéticos e atividades criminosas.  

Edward Snowden, que denunciou o monitoramento feito pela Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos, diz que "se a criptografia for enfraquecida, pessoas morrerão. Neste ano, após a queda do governo do Afeganistão, vimos como a criptografia é crucial para manter a segurança das pessoas comuns. A pandemia de Covid mostrou como os aplicativos de mensagens criptografadas em nossos celulares são essenciais para a comunicação com entes queridos se estivermos doentes e precisarmos de ajuda. Os médicos usaram aplicativos de mensagens criptografadas para se comunicar com pacientes e compartilhar informações pessoais deles com segurança. A criptografia nos torna mais seguros. De famílias protegendo fotos das crianças a informações pessoais de saúde, a criptografia mantém nossas informações privadas de fato privadas."  

"Teria sido impossível para mim denunciar o que vi sem criptografia. Minhas primeiras mensagens para jornalistas foram feitas com ela e, sem criptografia segura de ponta a ponta, é impossível imaginar a produção de qualquer jornalismo investigativo corajoso."  

"Apesar disso, governos em todo o mundo estão tentando enfraquecer a criptografia, solicitando que as plataformas criem 'backdoors', ou portas de acesso, para o policiamento. Vi em primeira mão como os governos podem abusar do poder que têm para acessar os dados pessoais de inocentes em nome da segurança nacional. Enfraquecer a criptografia seria um erro colossal, que poderia colocar milhares de vidas em risco."  

Jimmy Wales, fundador da Wikipedia, diz que "proteger a criptografia forte é essencial para resguardar os direitos humanos de milhões de pessoas no mundo todo. Todos têm direito à privacidade e à segurança – que só podem ser mantidas com criptografia segura de ponta a ponta. O enfraquecimento da criptografia coloca todos nós em risco. Quando começamos a Wikipedia, era proibitivamente caro usar criptografia segura para todas as páginas do site, mas sempre foi uma prioridade nossa e a introduzimos assim que pudemos. Agora, não há desculpa para não usar criptografia – governos e plataformas de tecnologia têm o dever de proteger o público." 

Matt Mitchell, pesquisador de tecnologia na Fundação Ford e fundador da CryptoHarlem, que "a criptografia forte permite que comunidades marginalizadas ao redor do mundo se protejam dos danos da tecnologia. Ela nos possibilita do olhar dominante de suspeição que criminaliza nossas próprias identidades. Por tempo demais, a tecnologia 'aconteceu' à comunidade negra dos Estados Unidos em vez de 'trabalhar por ela'. As histórias das comunidades marginalizadas são 'os canários na mina de carvão', servem como um alerta do que pode acontecer a todos em um mundo sem criptografia. Vigilância corporativa e estatal fora de controle, algoritmos e recursos de inteligência artificial enviesados, erros de reconhecimento facial, etc. A criptografia devolve a humanidade, empodera e da agência a todas as comunidades, especialmente aquelas que mais precisam. A criptografia forte nos concede a privacidade, e privacidade não é secretismo. Privacidade é a habilidade de ter portas e cortinas, que nos permitem escolher com quem e quando compartilhar nossos momentos e pensamentos mais íntimos." 

No primeiro Dia Global da Criptografia, uma série de eventos ao redor do mundo mostrará como a segurança depende do uso da criptografia em diferentes aspectos da vida. Haverá, por exemplo, uma live da LGBT Tech no Instagram, sobre por que a criptografia é essencial para a comunidade LGBTQ+, e um painel só de mulheres organizado por importantes grupos da sociedade civil no Brasil discutindo a importância da criptografia para manter o ativismo social vivo. 

1 COMENTÁRIO

Deixe seu comentário