Bragantino fechou contratos de patrocínios da camisa pagos em criptomoedas

2
0

O Clube Atlético Bragantino joga nesta segunda-feira, 22, contra o time do Santos, estampando na camisa do clube a marca da moeda virtual brasileira MarteXcoin e da escola Nação Trader, que dá cursos sobre criptomoedas. O acordo com esses patrocinadores foi fechado em moeda virtual (parte em  Bitcoins e parte em MarteXcoin) e vai até a última partida da primeira fase do Campeonato Paulista.

O clube paulista foi o segundo do mundo a aceitar criptomoedas. O primeiro foi o Real Madrid que iniciou a venda de ingressos para o Tour no Estádio Santiago Bernabeu com Bitcoins.

A MarteXcoin é uma criptomoeda criada em 2014, tornando assim uma Altcoin brasileira. Sua cotação nesta segunda-feira estava em R$ 6,79 no Coinmarketcap.com/pt

A NaçãoTrader nasceu em 2013 com um objetivo de informar aos seus seguidores tudo que se refere ao Bitcoin. Fundada por 2 jovens, com experiência de mais 10 anos em gestão de pessoas, finanças e marketing digital oferece um portfólio de cursos on line sobre moedas virtuais.

2 COMENTÁRIOS

  1. MXT – Martexcoin, primeira moeda nacional desde 2014 e que é também a primeira (cripto nacional) a patrocinar o futebol. Patrocinadora oficial do Clube Atlético Bragantino. Possui mineração POW, POS e sistema de MASTERNODES. Envio instantâneo e envio totalmente anônimo, tendo em seu roadmap a implementação de open asset, ou seja, em breve terá tokens também.

Deixe seu comentário