Farmácias Pague Menos implanta sistema de gestão para LGPD

2
443

Com a entrada em vigor da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) em setembro de 2020, todas as empresas passaram a priorizar projetos de adequação para protegerem a privacidade e a proteção de dados dos clientes, usuários e consumidores e a busca por ferramentas de conformidade.

Mas nem toda empresa deixou para a última hora, muitas já vinham trabalhando há bastante tempo nesse sentido e hoje possuem os mais avançados mecanismos e sistemas para LGPD para garantir a privacidade de clientes, funcionários e fornecedores: Estamos falando das farmácias Pague Menos.

Com quase 40 anos de vida a empresa foi fundada em 1981 no bairro fortalezense de Carlito Pamplona. Em 1985, adotou de forma pioneira no Brasil o conceito de drugstore, passando a comercializar, em adição aos medicamentos, produtos de higiene, beleza e conveniência em um modelo de auto serviço. De acordo com o Valor Econômico, A Pague Menos é a terceira maior rede de drogarias do Brasil, com forte liderança nas regiões Norte e Nordeste, onde a empresa possui 10,7% e 20,5% de participação de mercado, respectivamente. Ainda, segundo o veículo, a empresa possui mais de 1.100 lojas, o que confere uma quota de mercado de 5,7%, sendo a maior parte inaugurada através do crescimento orgânico.

A LGPD disciplina o "tratamento" de dados, uma expressão ampla o suficiente para abranger qualquer operação realizada com dados pessoais de indivíduos situados no Brasil ou que tenham sido aqui coletados, envolvendo a coleta, produção, recepção, classificação, utilização, acesso, reprodução, transmissão, armazenamento, entre outras atividades.

O projeto de adequação para a LGPD iniciou com a criação de comitês e a definição do DPO, ou seja, do encarregado pelo tratamento de dados pessoais na empresa. A escolha de uma ferramenta para LGPD é uma etapa fundamental, pois é com ela que o programa de privacidade será melhor gerenciado pelos responsáveis.

No caso da farmácia, a melhor plataforma de LGPD foi a Privacy Tools, uma solução brasileira que já atende grandes empresas em projetos de adequação. A plataforma da Privacy Tools entrega para a farmácia as ferramentas para gestão de cookies, portal de atendimento dos titulares, privacidade em aplicativos, data mapping, gestão de consentimento, integrações e outros sistemas para reduzir ao máximo o trabalho manual.

De acordo com o DPO e Gerente Executivo de Governança de TI e Segurança da Informação da Pague Menos, Clayton Soares sobre a escolha da Privacy Tools: "Escolhemos uma empresa nacional que tivesse muita flexibilidade para customizações. Lidamos com B2C e são muitas áreas de negócio, cada uma com seus gestores e necessidades específicas, precisávamos de um parceiro não apenas de um fornecedor."

No ramo farmacêutico não são poucos os casos de denúncias e desconforto de clientes que precisam informar vários dados para realizar uma compra. A preocupação da Pague Menos com a privacidade vem para quebrar esse tabu ao implementar um eficiente programa de privacidade que dá transparência aos usuários sobre como os dados serão utilizados.

No comércio de medicamentos, em alguns casos a solicitação de dados é absolutamente legítima por conta da Portaria n. 344/1998 da ANVISA, que obriga as farmácias a aviar ou dispensar receitas médicas apenas quando todos os itens da receita estejam preenchidos (art. 52, §§ 2º e 3°), e o art. 36, caput, alíneas "d" e "i", inclui a identificação do usuário (nome e endereço completo) e do comprador (nome completo, número de documento de identificação, endereço completo e telefone).

Ainda, de acordo com Clayton, "Ter um sistema para gestão da LGPD é primordial, mas não é só isso, as empresas precisam lidar com a questão cultural para que todos os envolvidos tenham a preocupação com a privacidade, desde o atendente da farmácia até o fornecedor de suprimentos, é um trabalho em conjunto para que o cliente tenha seus direitos resguardados".

2 COMENTÁRIOS

  1. Projeto necessário, mas perguntei na farmácia quais os dados meus que eles tinham e para que são usados e não tive resposta. Falta orientação aos atendentes da farmácia. Entrei no site e também não apresenta nada sobre o assunto.

Deixe seu comentário