Google divulga objetivo usar energia livre de carbono 24 horas por dia

0
44

O Google alcançou a neutralidade de carbono pela primeira vez em 2007 e, desde 2017, compra energia solar e eólica suficiente para atender 100% de do consumo global de eletricidade. Agora está busca atingir uma nova meta de sustentabilidade: administrar todos negócios com energia livre de carbono 24 horas por dia, 7 dias por semana, em todos os lugares, até 2030.

A descarbonização completa do fornecimento de eletricidade para o data center é a próxima etapa crítica para concretizar um futuro livre de carbono e oferecer suporte aos clientes do Google Cloud com a nuvem mais limpa do setor. No caminho para atingir essa meta, cada região do Google Cloud será atendida por uma mistura de cada vez mais energia livre de carbono e cada vez menos energia fóssil.  Medir o progresso ao longo desse caminho com o Percentual de Energia Livre de Carbono (% CFE). Hoje o Google estás compartilhando a média de CFE% por hora para a maioria das regiões do Google Cloud.

Em um post, Sundar Pichai, CEO do Google e Alphabet, diz que "com o Dia da Terra esta semana, estou tão animado com o progresso que estamos fazendo no Google em direção à nossa meta de operar inteiramente com energia livre de carbono 24 horas por dia, 7 dias por semana até 2030. Esse compromisso vai além de ser neutro em carbono (o que nós desde 2007) e combinando nossas operações com energia 100% renovável, o que já fizemos ao longo de quatro anos consecutivos.

Gráfico mostra a diferença entre a neutralidade de carbono (compensa as emissões), 100% renovável (reduz as emissões) e as metas sem carbono 24/7 (elimina as emissões).

"Em uma década, pretendemos que todos os data centers, regiões de nuvem e campus de escritórios do Google funcionem com eletricidade limpa todas as horas do dia. E hoje tenho o orgulho de anunciar que cinco de nossos centros de dados – na Dinamarca, Finlândia, Iowa, Oklahoma e Oregon – agora estão operando perto ou com 90% de energia livre de carbono", diz o executivo.

Progresso em energia limpa 24 horas por dia

O post diz ainda que "estamos vendo um aumento na energia livre de carbono em muitas de nossas unidades devido, em grande parte, a novos projetos de energia renovável. Até o momento, comprometemos aproximadamente US$ 4 bilhões para comprar energia limpa de mais de 50 projetos eólicos e solares em todo o mundo até 2034. No ano passado, muitos desses projetos entraram em operação, incluindo centenas de novas turbinas eólicas e centenas de milhares de painéis solares, que estão ajudando a melhorar o desempenho de energia livre de carbono em vários data centers do Google"

Como exemplo, diz que um novo parque eólico offshore está ajudando a fornecer eletricidade para nosso data center na Bélgica, e novos projetos solares ajudaram a pavimentar o caminho para um aumento de quase 17 pontos percentuais no desempenho livre de carbono em nosso data center no estado da Geórgia. Além da aquisição de energia renovável, estamos fazendo um bom progresso em energia livre de carbono 24 horas por dia, 7 dias por semana, de outras maneiras, incluindo a mudança da geração de backup do data center para baterias, avançando no rastreamento de energia limpa com base no tempo e permitindo que os clientes da nuvem selecionem as regiões de menor carbono.

Ajudando a todos a fazerem escolhas mais sustentáveis

E finaliza dizendo que "em setembro, também nos comprometemos a encontrar mais maneiras de nossos produtos ajudarem 1 bilhão de pessoas a fazer escolhas sustentáveis ??até 2022. Em breve, o Google Maps usará como padrão a rota com a menor pegada de carbono e permitirá que você compare o impacto relativo do carbono entre as rotas. Os termostatos Nest estão ajudando os clientes dos EUA a economizar bilhões de kWh de energia. E com quase quatro décadas de imagens planetárias, o Timelapse no Google Earth, lançado na semana passada, pode ajudar a todos a entender melhor as mudanças climáticas".

"Nosso objetivo livre de carbono é tão ambicioso quanto outras projeções lunares, como construir um computador quântico ou desenvolver um carro autônomo. Nunca estive mais otimista sobre nossa capacidade coletiva – como governos, empresas e indivíduos – de nos unirmos e traçar um caminho mais sustentável para o nosso planeta", finaliza.

Deixe seu comentário