Nove em cada dez brasileiros consideram carteiras digitais seguras, segundo pesquisa

0

Nos últimos anos, impulsionados pelas mudanças causadas pela pandemia, os consumidores mudaram sua relação com os meios de pagamento. As carteiras digitais cada vez mais conquistam usuários que confiam nesse tipo de tecnologia. De acordo com a Pesquisa Global Insights da Experian, no Brasil, 87% das pessoas consideram a ferramenta segura.

O número é maior que o dado global de 72%. O levantamento realizado em março de 2022 mostra como os consumidores interagem online com as empresas em 20 países. Carteiras digitais, também chamadas de e-wallets, representam os cartões que acabam com a necessidade de usar uma carteira física, podendo ser acessada por dispositivos móveis para compras online e offline. Há ainda a possibilidade de fazer pagamentos por aproximação.

De acordo com o Head de Produtos de Verificação de Identidade e Prevenção à Fraude da Serasa Experian, Caio Rocha, a pesquisa mostra que cada vez mais a digitalização dos meios de pagamento está consolidada. "A pandemia ajudou a inserir ainda mais as carteiras digitais na vida das pessoas. Essa modalidade de pagamento simplifica a jornada do cliente, pois a torna mais ágil, segura e sem atrito. Isso é importante, pois a pesquisa também aponta que os consumidores desejam uma experiência online positiva e que os principais fatores que contribuem para isso são sentir segurança e conveniência no acesso a produtos ou serviços. É necessário que as empresas tenham estratégias muito bem definidas de verificação de identidades e prevenção de fraudes, para encontrar o equilíbrio entre experiência do usuário e segurança."

Os dados mostram que, além da confiança nas carteiras digitais, 87% dos brasileiros também declararam que confiam nos aplicativos de e-commerce para realizar as suas compras online. Quando analisamos o cenário global este número cai para 65%. Embora as novas formas de comprar e pagar estejam cada vez mais presentes no dia a dia dos consumidores, o cartão de crédito tradicional ainda é o meio de pagamento mais lembrado. Ele foi apontado por 90% dos entrevistados brasileiros contra 80% dos consumidores globais. Outro ponto de destaque da pesquisa é a confiança dos usuários em pagamentos feitos através de códigos QR. O estudo aponta que no Brasil 82% das pessoas se sentem seguras ao realizar este tipo de transação. Já a média de todos os países ouvidos mostra que essa confiança cai para 65%.

A Experian conduz frequentemente pesquisas com consumidores e empresas. As descobertas deste relatório foram extraídas do trabalho de campo realizado em março de 2022. Os resultados da pesquisa representam 6.000 consumidores e 2.000 empresas em 20 países, incluindo África do Sul, Alemanha, Austrália, Brasil Chile, China, Colômbia, Dinamarca, Espanha, EUA, Holanda, Índia, Indonésia, Irlanda, Itália, Malásia, Noruega, Peru, Reino Unido e Singapura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui