CPFL Energia tem ganho de 20% de eficiência ao adotar outsourcing de impressão

0
3

Está entre os princípios básicos da CPFL Energia, o maior grupo privado do setor elétrico brasileiro, atender à população de maneira rápida e efetiva com qualidade em seus serviços. Essa foi uma das premissas pelo qual a companhia resolveu adotar outsourcing de impressão para o trabalho de gestão e controle de documentos.

Com os serviços contratados à SimPress, o grupo conseguiu melhorar a sua produtividade e aumentar a economia com gastos nessa área. O número de impressoras instaladas foi reduzido e o ganho com eficiência cresceu em 20%. Hoje, 100% da empresa está coberta pelos serviços terceirizados. Ao todo, a CPFL Energia conta atualmente com 600 equipamentos operantes que atendem aos seus cerca de 12 mil colaboradores, uma redução de pelo menos 30% em quantidade de equipamentos no parque.

"Tínhamos um cenário crítico, já que durante o período de implantação a operação não poderia parar e a eficiência da Simpress nesse sentido nos surpreendeu. Todo o trabalho de instalação e implantação dos serviços que estava previsto para ser executado em 90 dias, foi concluído em apenas 60", destaca Romildo Borella, coordenador de Operações de Service Desk & Field Services da CPFL Energia, que também ressalta que em apenas um ano foram economizadas 300 mil folhas de papel, o equivalente a 4,5 árvores.

Além da redução no número de impressoras instaladas e desperdício de papel, a Simpress implementou algumas medidas de grande importância como o pool de impressão – conexão de todas as máquinas a uma impressora lógica -, introduziu a utilização do crachá para que a impressão fosse liberada na máquina e também o controle de consumo e assistência, um serviço realizado por três técnicos capacitados que ficam baseados na CPFL. Borella também destaca o trabalho de otimização no consumo de toners.

"Dentre as inúmeras soluções que a Simpress nos apresentou uma delas fez uma enorme diferença na economia que conquistamos. Ela observou que um dos formulários utilizados consumia muito toner e, a partir deste alerta, nos foi sugerida a alteração do layout do documento. Com essa pequena modificação, registramos uma redução significativa no consumo do toner. E o mais interessante, toda essa análise foi feita por meio de uma ferramenta oferecida sem custos adicionais", explica o coordenador da CPFL Energia.

Deixe seu comentário