e-Commerce do Carrefour passa a vender mix de alimentos e não alimentos na mesma plataforma

0
0

Antes disponível apenas no aplicativo, os alimentos agora a compõem também o mix de produtos do Carrefour na internet. Até então o site comercializava itens não alimentares, como eletroeletrônicos e utilidades domésticas.

Segundo o Carrefour, este é um modelo novo no Brasil, uma vez que os alimentos são comercializados diretamente pela rede. Lançado em outubro do ano passado para São Paulo (SP), o serviço de e-commerce alimentar já está disponível para as cidades de Barueri, Guarulhos, Osasco, Taboão da Serra, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul e Diadema.

Ao todo, são mais de 7.000 itens alimentares que se somam aos mais de 100.000 produtos não alimentares já comercializados pelo Carrefour.com – sortimento com centenas de opções de marketplace em operação. O serviço de e-commerce alimentar conta com três opções de período de entrega, um dos maiores do mercado brasileiro. Com entrega entre 08h e 21h, no dia seguinte à compra, o serviço para a capital paulista conta com embalagens reutilizáveis e entrega a preço fixo.

Parte da estratégia omnicanal que o Grupo Carrefour desenvolve no país, o serviço de e-commerce alimentar investe na qualidade da experiência de compra como seu grande diferencial, possível, principalmente, pela adoção da estratégia das chamadas dark stores, conceito de centro de distribuição, cuja operação é exclusiva e dedicada, com localização privilegiada dentro de grandes centros urbanos.

A "dark store" em operação para São Paulo garante o frescor dos alimentos e rapidez de entrega. Em relação às demais cidades do país, a expansão geográfica do e-commerce alimentar do Carrefour será gradual.