DMA Distribuidora migra ambiente de TI para Data Center da SONDA

0

A DMA Distribuidora SA, uma das dez maiores empresas do varejo alimentício do Brasil, segundo a ABRAS (Associação Brasileira de Supermercados), decidiu terceirizar suas estruturas tecnológicas com a SONDA, maior integradora latino-americana e líder em serviços de transformação digital na região. Os principais focos desse projeto envolveram os ambientes que suportavam o software da SAP e o sistema de gestão para o PDV (Ponto de Venda).

A demanda pela terceirização surgiu porque a DMA buscava um ambiente tecnológico com alta disponibilidade para acompanhar seu crescimento. Hoje, a DMA soma 181 lojas e obteve, em 2021, uma receita de 6,5 bilhões de reais.

Somada à estratégia, outra necessidade era ter um ambiente mais seguro e mitigar riscos, uma vez que o Data Center da DMA estava localizado dentro do seu Centro de Distribuição, em Minas Gerais, o que demandava um gerenciamento complexo e, mesmo assim, a estrutura se mantinha vulnerável devido ao seu crescimento.

A DMA gerenciava por volta de 10 contratos distintos de empresas contratadas para cuidarem dos serviços de AMS SAP, facilities, monitoramento, gestão de banco de dados, gestão de sistema operacional, virtualização, backup, armazenamento, suporte Basis e segurança. "A unificação em um único contrato com a Sonda trouxe melhor gestão, agilidade nas respostas à incidentes e maior foco dos gestores de Infraestrutura e Sistemas no negócio da empresa", comenta Júlio Gori, diretor de vendas de Datacenter da Sonda.

O resultado bem-sucedido da migração deu condições para a ampliação do contrato, outro desejo da DMA, que provisionava a expansão da sua infraestrutura ainda neste ano. Ao invés de adquirir novos equipamentos para sustentar seu crescimento, a DMA decidiu contratar a nuvem da SONDA, modelo que reduziu custos e ampliou a disponibilidade do ambiente, garantindo escalabilidade para períodos sazonais que requerem mais processamento.

Hoje, o contrato opera 160 servidores no modelo híbrido de hosting e cloud, acarretando uma redução de custo de 16% provisionado para até cinco anos, sem considerar o efeito tributário. "A estrutura tecnológica gerida pela SONDA trouxe segurança, controle e mais performance, principalmente quanto ao SAP, que passou a operar em menos tempo nos processos mais complexos ocorridos em determinadas horas do dia", explica Marco Túlio, diretor de TI da DMA Distribuidora.

Para Eduardo Bartolozzi, gestor da SONDA que atende o Grupo, a DMA seguiu um caminho natural de evolução da gestão da tecnologia. "Transferir os sistemas para provedores que garantam a segurança, a escalabilidade e a flexibilidade faz parte de um modelo que promove a sustentação do negócio, principalmente para acompanhar cenários de expansão, uma vez que o gerenciamento da TI fica sob responsabilidade de especialistas, enquanto a empresa pode focar em suas atividades e em seus planos estratégicos", finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui