Bradesco se torna a marca do segmento financeiro com maior número de inscritos do YouTube do mundo

0
0

O Bradesco acaba de alcançar o número de 1.112.263 milhão de inscritos e mais de 623,7 milhões de visualizações em seu canal no YouTube, se tornando a marca com o maior número de assinantes do mundo no segmento financeiro. Número superior ao da Geico, um dos principais parceiros do Youtube nos EUA e até então a empresa que ocupava essa liderança.

Só no último ano, o canal cresceu em 56% o número de seguidores, atraindo mais de 603 mil inscritos e receberá do Google a Play de Ouro, placa comemorativa como reconhecimento pela conquista de mais de 1 milhão de inscritos.

Na plataforma, o Banco aborda os principais pilares da marca, como Cultura, Inovação, Esporte, Educação, além de campanhas institucionais e conteúdos produzidos em parcerias com creators – youtubers, filmakers e produtores independentes. Desde 2011, o time de redes sociais trabalha em conjunto com creators num ecossistema cuja conexão com as pessoas demonstre a essência democrática e presente do Banco.

De acordo com Fábio Dragone, superintende executivo de marketing do Bradesco, a conquista no YouTube é um reflexo do esforço do Banco em aproximar a marca do público em geral. "A estratégia do Bradesco para publicação no YouTube passa pela criação de conteúdo relevante para as pessoas e diferentes públicos, que gere interesse, em linguagem de rede. Esse canal é mais uma forma de democratização, onde é o usuário que escolhe com qual marca quer interagir e seguir por aquilo que ela oferece".

"Nos últimos dois anos, trabalhamos com o Bradesco para intensificar a presença digital do Banco por meio de um esforço integrado de comunicação, mídia e conteúdo, que envolvia um pensamento multiplataforma e focado em diferentes momentos da jornada do consumidor. O sucesso do canal do Bradesco no YouTube é resultado direto dessa expansão da estratégia publicitária, apostando em novos formatos de anúncios digitais e aproximando a marca do público que consome vídeos on-line" completa Guilhermo Bressane, head de Finance do Google Brasil.

Deixe seu comentário