Fraude em subsidiária italiana da BT causa perdas de 7,2 bilhões de libras

0
13

As ações da BT, prestadora de serviços de TIC,  caíram 19% nessa manhã de terça-feira, 24, depois de a empresa divulgar que descobriu um escândalo de contabilidade em sua subsidiária na Itália, o que significa uma perda de 7,2 bilhões de libras em seu valor de mercado.

A BT suspendeu dois dos seus mais altos executivos na filial italiana em setembro no ano passado, ao mesmo tempo em que iniciou uma investigação interna sobre as irregularidades financeiras, agora reveladas.

Gavin Patterson, diretor executivo da BT, disse que as investigações, que incluiu uma revisão independente de suas práticas de contabilidade italiana pela KPMG, revelaram que "a extensão e a complexidade do comportamento inapropriado no ramo italiano eram muito maiores do que anteriormente identificado".  Depois de afastar os executivos seniores da operação, ela vai nomear um novo executivo que assumirá dia 1º de fevereiro.

A BT emitiu aviso que no balanço de 2016 e no próximo, os lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) serão 175 milhões de libras mais baixos por dois anos. A receita ajustada para este exercício será 200 milhões de libras inferior, com uma queda similar esperada em 2017/18.  O fluxo de caixa vai sofrer um impacto negativo de 500 milhões de libras.

Deixe seu comentário