Canal Curta! deixará line-up da Vivo/GVT em abril

14
26

Não prosperaram as negociações entre o canal Curta! e a Vivo/GVT. O canal deve deixar o line-up da operadora em abril. A Vivo/GVT não confirma a informação e diz que ainda não definiu o line-up final da operadora após a fusão. Caso a saída do canal se confirme, a operadora terá que contratar algum dos outros canais superbrasileiros (CaBEQ brasileiro de 12h de programação nacional) para cumprir as cotas de empacotamento definidas pela Lei 12.485.

"Lutamos de todas as formas, apresentamos os diferenciais de sucesso mercadológico do canal mas parece que a situação não será mesmo revertida", disse Julio Worcman, diretor geral do canal, a esse noticiário.

A perda de base do Curta! será de 1,5 milhão de assinantes, o que representa, segundo Worcman, os recursos para pagar toda a equipe do canal. "Para uma programadora de apenas um canal o impacto é muito grande", diz.

14 COMENTÁRIOS

  1. Respondendo aos comentaristas anteriores, saibam que o Curta! é um dos melhores canais da tv paga para quem aprecia cultura e bons temas, junto com o Sesc Tv. Agora, para pessoas fúteis que vivem no universo dessa mídia idiotizante, a saída do Curta! não deve fazer diferença. Essas pessoas preferem a pasteurização da porcaria em detrimento da diversidade de culturas.

  2. Concordo plenamente. Havia elogiado o Curta em meu comentário acima.mas meu grande drama é a saída do Film & Arts da grade!!!!! Acho o canal Film & Arts estupendo!!!!

  3. Lamento muito a saída do Curta, um dos canais que têm uma programação diferente, pois não passam mais do mesmo! Vivo/GVT sem o Curta e Film&Arts: 50 canais e nada que presta para ver!

  4. Lamentável! No meio de tanto lixo, o canal curta era um dos que eu mas via por ser um dos poucos com programação relevante e de nível e agora o tiram dos pacotes.E o investimento na quantidade ao invés da qualidade. Vou acabar mudando de operadora de TV.

  5. Olá Claudio ! Sou o jornalista Abrahão Esteves de São Paulo, Brasil. Concordo com as suas palavras !!! O brasileiro precisa melhorar sua escolha de programação com qualidade cultural, institucional e conteúdo sadio.

Deixe seu comentário