Startup de educação investe em programa de parcerias para desenvolvimento de games

0
0

Em um mercado que cresce exponencialmente, oportunidades de parcerias entre profissionais e empresas também não faltam. O aumento do número de desenvolvedores de games, que segundo a Associação Brasileira dos Desenvolvedores de Jogos Digitais (Abragames), chegou 600% nos últimos seis anos, motivou a Playmove a criar um Programa de Parceiros. Desde 2016 a startup de educação conta com o projeto e atua no apoio aos profissionais.

A marca é responsável pela PlayTable, mesa digital interativa que já está em mais de mil instituições brasileiras e atua como uma solução de suporte ao ensino através da tecnologia. Por meio das parcerias, já lançou 24 games.

Atualmente, 19 profissionais compõem a rede da startup, que também já tem negócios fora do país. Com o recebimento de aporte de investimento de 2,6 milhões através do Criatec 3, a expectativa é que mais negócios se consolidem e novas oportunidades para os profissionais surjam.

Entre 2015 e 2107, o designer de games Ricardo Lopes atuou com a equipe da Playmove. Ao optar por seguir a carreira fora da empresa, viu no Programa de Parceiros uma oportunidade de continuar no segmento mesmo sem vínculo empregatício com a marca.

Para Ricardo, a maior vantagem de ingressar em um projeto como o da Playmove é que a venda é feita diretamente pela startup. "Não precisamos nos preocupar com as questões de marketing e podemos ficar 100% focados no que sabemos fazer melhor: os jogos", destaca. De acordo com o designer de games, a orientação para a produção do conteúdo é outro diferencial. "Além da parte pedagógica em si, a empresa conhece bem seu público, o que auxilia no momento de monetizar o game. Essa orientação é essencial para conquistarmos maior assertividade no desenvolvimento", conclui.

Quando criou, em 2011, o projeto Salva Vidas no Trânsito, o empreendedor Eliandro Maurat não imaginava que a iniciativa viraria negócio. A ideia, que surgiu para promover um ambiente mais seguro para o filho, se tornou o Clubinho Salva Vidas, plataforma online com uma série de jogos educativos. Com temáticas como trânsito, segurança doméstica e meio ambiente, os games encontraram na falta de estrutura das escolas uma barreira para a disseminação da proposta.

Para driblar esta dificuldade, o empreendedor ingressou no Programa de Parceiros da Playmove. Hoje, nove games, um livro infantil e 15 clipes musicais do Clubinho Salva Vidas estão disponíveis na PlayTable.

Deixe seu comentário