Publicidade
Início Newsletter (TI Inside) Prefeitura de Atibaia amplia monitoramento digital em unidades escolares e de saúde

Prefeitura de Atibaia amplia monitoramento digital em unidades escolares e de saúde

0
Publicidade

A prefeitura de Atibaia instalou 1532 câmeras e  realizou mais um grande investimento em Segurança Pública, desta vez, em parceria com as secretarias de Saúde e de Educação: a ampliação do monitoramento em todas as 96 unidades escolares e nas 18 unidades de saúde do município. Na última semana, nos dias 15 e 17 de maio, houve um treinamento para gestores, diretores e servidores das unidades escolares e de saúde sobre os novos equipamentos.

A iniciativa do Governo Municipal busca aprimorar a segurança patrimonial das unidades, resguardando suas infraestruturas e seus equipamentos, além de proteger os servidores, usuários, alunos, pais e toda a comunidade, contribuindo para a queda da criminalidade e o reforço da segurança da população.

Câmeras internas e alarmes

A novidade da ampliação do monitoramento está na segurança para a área interna das escolas e das unidades de saúde. Esse monitoramento interno também está ligado ao Centro de Operações e Inteligência (COI), que além de monitorar as vias públicas da cidade com mais de duas mil câmeras distribuídas por todo o território municipal, também acompanha a Muralha Digital de Atibaia, que é capaz de demonstrar, em segundos, centenas de informações referentes aos veículos na cidade, apenas pela identificação da placa.

O investimento da Prefeitura inclui, no total, 1.532 câmeras e 96 alarmes. Os equipamentos de monitoramento são compostos por rack de comunicação; câmeras modelos Bullet, com sensor infravermelho, facilitando a visualização das imagens mesmo no período noturno; sensores; sirene; repetidora; botão do pânico; e central de alarme.

A prefeitura destaca que não haverá câmeras dentro das salas de aula e de consultórios, pois o objetivo não é filmar alunos e pacientes, mas, sim, cercar o perímetro dos prédios, prevenir cenários de invasão e cobrir pontos vulneráveis para garantir a segurança de todos.

Mais segurança a todos

O técnico Caíque de Moraes explicou a todos os gestores como funcionarão os equipamentos e tirou dúvidas sobre a implantação do sistema. Além disso, ele reforçou que “a ideia principal do projeto é gerar mais segurança, mais proteção para o prédio, para os aparelhos, todos os ativos que possam evitar uma possível perda ao município, como uma unidade de saúde fechada sem atendimento, uma escola sem aulas, por causa de uma invasão, além de garantir a segurança da população”.

A diretora Leonice Maria da Silva, da creche Zilda Aparecida Silveira, no Jardim Imperial, destacou o quanto esse novo investimento está tranquilizando funcionários e toda a comunidade. “É muito importante esse projeto de monitoramento para a equipe e a comunidade escolar. Nós estamos nos sentindo mais seguros, com um dia mais tranquilo. Vou para casa mais tranquila também, acionamos o alarme certinho e é bom saber que o prédio está sendo monitorado, pois isso gera muita segurança”, afirmou.

“As nossas unidades já sofreram com casos de furtos e vandalismo e isso atrapalha o trabalho e o atendimento ao público, então acredito que é uma forma de segurança que vai ajudar muito. É segurança tanto para o nosso patrimônio público quanto para a nossa população”, declarou Raquel de Carvalho, gestora da Unidade de Saúde da Família Pedro Maturana, no bairro Cerejeiras, que também participou do treinamento.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Sair da versão mobile