"Alerta Anticolisão" no celular avisa motorista sobre risco de acidente frontal

0
49

De acordo com o Observatório Nacional de Segurança Viária, o celular já é a segunda maior causa de acidentes no Brasil e dois segundos de distração são suficientes para um sinistro. Diante dessa situação, surgiu o "Alerta Anticolisão", que, inclusive, segue as diretrizes do Movimento Maio Amarelo, o qual tem como proposta chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

Com o sistema, o celular deixa de ser um acessório, fonte de distração e sinônimo de risco, e passa a ser um assistente de direção frontal, ajudando a prevenir acidentes, já que, também segundo a entidade, a colisão frontal, comum em vias de pista única, produz o maior número de fatalidades, uma vez que no momento do impacto somam-se as velocidades dos dois veículos.

Após abrir o link do "Alerta Anticolisão", desenvolvido pela Ogilvy Brasil e pela D2G tecnologia, em parceria com a Allianz Seguros e o Movimento Maio Amarelo, o motorista deve posicionar o celular na posição vertical, no centro do painel, e enquadrá-lo corretamente, de frente para o para-brisas. Assim, o aparelho começa a rastrear os objetos a seguir. Por meio de ferramenta de inteligência artificial, especialmente preparada para essa ação, imagens são processadas no próprio celular do usuário. Sempre que a distância do carro da frente ultrapassar os limites de segurança, o motorista ainda ouve um alerta sonoro. O sistema é gratuito e não consome os dados do plano após entrar na aplicação.

Para ter acesso ao serviço, basta que o motorista, com o carro parado, acesse o site www.alertaanticolisao.com.br.

Para o motorista entender como funciona o "Alerta Anticolisão", pode assistir ao vídeo: https://youtu.be/XaGivsL3lgE

Para engajar os motoristas ao trânsito mais seguro, a Ogilvy também criou uma campanha para as mídias sociais, com a hashtag #alertaanticolisãoAllianz.

 

Deixe seu comentário