Especializada em micromobilidade, Tembici investe R$ 40 milhões para customizar aplicativo a usuário

0
65

A Tembici, empresa especializada em micromobilidade, anunciou investimento de US$ 47 milhões no aumento de frotas, implementação de bikes elétricas e em tecnologia. A startup já vinha investindo nas áreas de tecnologia, produtos e dados desde o ano passado e, atualizou o aplicativo Bike Itaú, projeto patrocinado pelo Itaú Unibanco, seguindo o plano de implementação de melhorias e criação de novas funcionalidades.

Com o aporte, a Tembici prevê reforço de R$ 40 milhões até o final de 2021 para dar continuidade às atualizações do aplicativo que contemplará personalizações de acordo com a utilização dos usuários no sistema. "A customização do aplicativo vai melhorar ainda mais a experiência dos usuários", afirma Loren Monteiro, CPO e CMO da Tembici.

O time responsável pelo desenvolvimento das novas funcionalidades e das melhorias necessárias do aplicativo é composto pelas equipes de Produtos, Tecnologia e Dados. É utilizado o método de gestão por squads – metodologia ágil usada em empresas de tecnologia – as squads foram divididas conforme as jornadas dos usuários, que contemplam desde o momento de cadastro até a cobrança após o uso da bike, possibilitando que seja compreendido no detalhe cada experiência que o usuário tem com os sistemas de bicicletas compartilhadas da empresa.

A equipe de Pesquisas, alocada na área de Produtos, traz informações e insights dos usuários que, juntamente com os estudos de Dados, permitem que a empresa tenha uma tomada de decisão conectada com a ciência de dados e atue diretamente nas questões mais relevantes para as pessoas que utilizam as bikes. Nos últimos meses, diversos projetos foram implementados após as análises de Pesquisas e Dados como, por exemplo, o novo layout do mapa das estações que, além de ganhar visual mais leve, também trouxe mais informações de status de cada um dos pontos de bicicleta.

Também fazem parte das últimas atualizações do app Bike Itaú, a facilidade na compra do plano, usando um fluxo de pagamento em poucos passos; opções mais práticas para os usuários tirarem dúvidas e resolverem problemas, seja pela central de ajuda ou pelo chat; criação de alertas inteligentes que avisam quando os usuários estão próximos de exceder ou excedem ou tempo de viagem e facilidade de login via Facebook.

A empresa acredita que ao facilitar o acesso e o uso dos sistemas, ainda mais pessoas incorporarão as bikes compartilhadas em suas rotinas no cenário pós-pandemia, já que a bicicleta tem sido apontada como solução de deslocamento sendo um transporte individual e ao ar livre. Desde o início da pandemia, houve reforço nos processos de higienização das bicicletas e estações com álcool 70%.

"Nosso maior investimento ano passado foi em Tecnologia e Dados e estamos no mesmo caminho este ano. Continuar alinhando toda a qualidade do nosso sistema com estes investimentos nos permitirá criar um sistema de transporte ainda mais robusto para servir à população e transformar as cidades", conclui Loren.

 

 

Deixe seu comentário