Invest Paraná vai promover soluções tecnológicas de startups

0
24

A Invest Paraná, agência voltada à atração de investimentos, vai promover as soluções desenvolvidas por startups e empresas de tecnologia paranaenses entre seus parceiros no mercado nacional e internacional. A proposta do programa InovaInvest, é selecionar ferramentas para serem utilizadas e divulgadas nas ações de promoção da Invest, que envolvem empresas nacionais, compradores internacionais e investidores estrangeiros.

A iniciativa é similar a um programa federal da Apex-Brasil, o Inovapex, que tem abrangência nacional. "Pegamos autorização da Apex para trazer essa proposta para o Paraná. A ideia é pegar startups já constituídas, que tenham soluções operando, utilizar essas ferramentas dentro da Invest e do governo e mostrá-las para as empresas parceiras", explicou o diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin. "Em contrapartida, a Invest funcionará como vitrine, para apresentar essas soluções em todos os nossos eventos, principalmente aqueles envolvendo investidores", ressaltou.

Ambiente de inovação 

Além de fomentar os negócios das empresas de inovação paranaense, a iniciativa também permite que o Estado funcione como um ambiente de testes para produtos inovadores e um receptivo para novas tecnologias. 

"Esse programa é uma forma de fazer isso, não só abrir as portas do Estado para as soluções desenvolvidas pelas startups, como também para aproveitar este trabalho de interlocução feito pela Invest com os atores privados e incluir essas empresas nesse processo", afirmou o superintendente geral de Inovação, Henrique Domakoski. "A participação em fóruns e eventos com investidores e a aproximação com grandes empresas são fundamentais para que startups paranaenses sejam bem sucedidas", disse. 

Adriano Krzyuy, presidente da Assespro-Paraná (Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação), destacou que a visibilidade que as empresas vão receber é importante para alavancar o setor de inovação do Estado, que cresce a cada ano. "Essa iniciativa vai permitir que as empresas de base tecnológica acessem um mercado mais amplo, para potencializar o desenvolvimento do Estado e das próprias empresas. É uma vitrine de negócios", afirmou.

Seleção

A seleção das empresas de tecnologia e startups em fase de operação ou incubação será feita por meio de um Chamamento Público. As empresas podem apresentar suas propostas em qualquer período ao longo dos próximos 12 meses. O edital e o formulário de inscrição estão disponíveis no site da Invest Paraná
 

As empresas classificadas irão compor o banco de parceria para promoção de soluções tecnológicas paranaenses. Elas serão utilizadas nas ações nacionais e internacionais da Invest Paraná, definidas de acordo com o perfil da empresa e as oportunidades existentes no mercado. A prioridade é por soluções voltadas para os setores do agronegócio, educação, financeiro, gestão, impacto, logística, marketing e vendas, serviços, Tecnologia da Informação, Cidades Inteligentes e Indústria 4.0.

 "A Invest Paraná pretende fazer um uso diário dessas ferramentas para auxiliar em nossas atividades de atração de investimentos. Ao identificarmos a aplicabilidade dessas soluções, vamos ajudar as empresas a alavancarem os seus negócios, inserindo-as no mercado nacional e internacional", explicou o diretor de Internacionalização da Invest, Giancarlo Rocco. "As marcas serão usadas em todos os canais de divulgação da Invest, online e offline. Também faremos conexões com as empresas que atendemos diariamente, para que as startups sejam melhor divulgadas e alavanquem seus negócios", disse. 

Pode ser selecionado qualquer projeto que receba uma pontuação superior a 5, dentro dos critérios propostos pela Invest, que inclui o grau de inovação da tecnologia, a aderência da solução às necessidades da entidade, o potencial de inserção no mercado nacional ou internacional e se a ferramenta está em comercialização ou já recebeu investimentos durante sua concepção ou desenvolvimento.

O lançamento do programa foi transmitido online a todo o ecossistema de inovação do Paraná. O evento contou com a presença do secretário estadual do Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Márcio Nunes; do diretor-presidente da Celepar, Leandro Moura; do superintendente do Sebrae/PR, Vítor Tioqueta; e do coordenador estadual de Ciência e Tecnologia da Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Paulo Parreira.

Deixe seu comentário