Publicidade
Início Notícias Negócios NVIDIA fecha ano fiscal com recorde de receita de US$ 16,68 bilhões

NVIDIA fecha ano fiscal com recorde de receita de US$ 16,68 bilhões

0
Publicidade

A NVIDIA anunciou o balanço do quarto trimestre, encerrado em 31 de janeiro de 2021, com recordes de receita. Com US$ 5 bilhões, o trimestre relata crescimento de 61%, em comparação aos US$ 3,11 bilhões no ano anterior, e 6% acima dos US$ 4,73 bilhões do terceiro trimestre. Para o ano fiscal de 2021, a receita supera as anteriores com US$ 16,68 bilhões no total, o que representa 53% acima dos US$ 10,92 bilhões do último ano.

“O quarto trimestre foi outro período recorde, coroando um ano extraordinário para as plataformas de computação da NVIDIA”, afirma Jensen Huang, fundador e CEO da NVIDIA. “Nosso trabalho pioneiro em computação acelerada fez com que os games se tornassem o entretenimento mais popular do mundo, a supercomputação sendo democratizada para todos os pesquisadores e a Inteligência Artificial emergindo como a força mais importante da tecnologia.”

A área de data center da empresa alcança receita recorde no trimestre, se tornando o principal destaque no ano. A receita do quarto trimestre foi de US$ 1,90 bilhão, ligeiramente acima do trimestre anterior e 97% a mais que o último ano. A receita do ano inteiro foi um recorde de US$ 6,70 bilhões, um crescimento de 124%. Entre os principais destaques do trimestre no setor de data center, estão:

• Anúncio dos OEMs líderes mundiais com a primeira onda de NVIDIA-Certified Systems (Certificado de Sistemas NVIDIA) com GPUs NVIDIA A100 Tensor Core. Apresentando assim os únicos servidores acelerados da indústria e testados para cargas de trabalho de análise de dados e machine learning.

• Introdução do suporte para Anthos do Google Cloud em metal para sistemas NVIDIA DGX A100, permitindo que as empresas criem infraestrutura de nuvem híbrida com mais facilidade.

• Aprimoramento do framework da NVIDIA Clara™ para saúde e ciências biológicas alimentadas por IA com o lançamento do Clara Discovery para descoberta de medicamentos computacionais, fornecendo dezenas de modelos pré-treinados, estrutura de treinamento de IA médica de código aberto MONAI e aprendizagem federada para a indústria, para colaborar na construção de modelos sem compartilhar dados.

• Colaboração com a Amazon Web Services para trazer o hub de software NVIDIA NGC para o AWS Marketplace.

“A Mellanox expandiu nossa presença no data center. Estamos fazendo um bom progresso para adquirir a Arm, o que criará novas grandes oportunidades para todo o ecossistema”, ressalta Huang.

“O ano fiscal 2021 vai entrar na história da NVIDIA Enterprise como um período extraordinário. A área de data centers teve um crescimento sem igual nos últimos trimestres e a expectativa é que a demanda continue a aumentar exponencialmente”, comenta Marcio Aguiar, diretor da NVIDIA Enterprise para América Latina. “Esse é o momento para o Brasil e toda América Latina investir em soluções de Inteligência Artificial, que são cada vez mais presentes em todos os mercados.”

Na área de Visualização Profissional, a receita do quarto trimestre foi de US$ 307 milhões, um aumento de 30% em relação ao trimestre anterior e uma queda de 7% em relação ao ano anterior. A receita anual no setor foi de US$ 1,05 bilhão, que representa uma queda de 13%. Já no setor Automotivo, a receita do período foi de US$ 145 milhões, um aumento de 16% em relação ao trimestre anterior e uma queda de 21% em relação ao último ano. A receita anual foi de US$ 536 milhões, gerando uma queda de 23%.

A NVIDIA pagou US$ 99 milhões em dividendos trimestrais em dinheiro no quarto trimestre, ao longo do ano fiscal de 2021, foram US$ 395 milhões pagos. A empresa pagará o próximo dividendo trimestral em dinheiro de US$ 0,16 por ação em 31 de março de 2021, para todos os acionistas registrados em 10 de março de 2021.

A perspectiva da NVIDIA para a receita do primeiro trimestre fiscal de 2022 é de US$ 5,30 bilhões, mais ou menos 2%.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

Sair da versão mobile