Estácio disponibiliza aulas ao vivo pela internet para 300 mil alunos da modalidade presencial

0
0

Com o objetivo de garantir a continuidade dos estudos e minimizar os impactos sobre o calendário acadêmico por conta do cenário do COVID-19, a Estácio começou a oferecer, desde segunda-feira, 23, uma plataforma digital para seus 300 mil alunos da modalidade presencial. Todos que estiverem inseridos nessa modalidade terão aulas com os mesmos professores que vinham ministrando presencialmente as disciplinas. As aulas são transmitidas ao vivo pela internet, com interação, chat, discussões e dúvidas, e ficarão gravadas.

"Nosso foco é garantir a continuidade acadêmica, facilitando a vida do aluno presencial na adaptação para o novo modelo, e também a saúde e o bem-estar dos alunos, professores e colaboradores. Essa é uma situação excepcional e de transição até que tenhamos retorno das aulas presenciais. Não é a oferta dos cursos do nosso portfólio EaD, é uma solução diferente, em que o professor está igualmente escalado para a aula, no mesmo horário, com o mesmo conteúdo. Só a sala de aula é diferente. Agradeço muito aos nossos professores, que estão totalmente engajados com o sucesso da solução e reportando que as aulas têm sido excelentes", explica o vice-presidente de Operações Presenciais da Estácio, Adriano Pistore.

A Estácio estima ministrar quase 15 mil aulas por semana, para atender os estudantes da modalidade presencial. Além das aulas ao vivo pela internet, a instituição está desenvolvendo outras soluções de amplo alcance, que vão ajudar as pessoas a passar por essa crise.

"Criamos um hotsite para os alunos acompanhem as notícias sobre o retorno das aulas ou sobre a prorrogação desse período, atividades acadêmicas com conteúdo on-line, além de disponibilizar em nossos canais informações sobre utilidade pública, como, por exemplo, dicas para estudar on-line, de saúde e de educação financeira. Colocamos no ar nosso primeiro vestibular online, que já está disponível desde a última sexta-feira 20. Reduzir o impacto sobre a sociedade como um todo também é papel de uma instituição de ensino em situações como esta", complementa Pistore.

Deixe seu comentário