Inconstantes, os "nativos digitais" mudam de mídia ou plataforma a cada 2 minutos

    0
    0

    A proliferação de dispositivos digitais e plataformas afetou os hábitos de consumo de mídia de pessoas que cresceram com a tecnologia fazendo parte de suas vidas. Inconstantes, os chamados "nativos digitais" migram sua atenção de plataforma em plataforma em média 27 vezes por hora. Ou seja, transitam entre TV, revista, tablet, smartphone ou plataformas dentro de um canal a cada dois minutos. A conclusão é do estudo "A Biometric Day in the Life", da Time.

    O estudo conseguiu identificar diferenças marcantes de comportamento entre os "nativos digitais" e aqueles que os pesquisadores denominam "imigrantes digitais, que são as pessoas que passaram a consumir tecnologias digitais apenas na idade adulta.

    Um exemplo dessas diferenças é que, em casa, "nativos digitais" carregam seus dispositivos de cômodo em cômodo  (65%, contra 41% dos "imigrantes"), deixando-os sempre a um braço de distância, o que facilita a mudança de plataforma.

    Segundo os pesquisadores, o fato de os "nativos digitais" passarem mais tempo usando simultaneamente múltiplas plataformas de mídia restringiu o envolvimento emocional dos mesmos com o conteúdo. Eles experimentam menos oscilações em suas respostas emocionais e usam mais a mídia como regulador de humor, ou seja, direcionam a atenção para algo diferente sempre que se sentem cansados ou entediados.

    Os dados configuram indicadores importantes para profissionais de marketing e criadores de conteúdo planejarem a comunicação com cada público. Um exemplo é que 54% dos "nativos digitais" revelaram preferir mensagens de texto em lugar de falar com outras pessoas, porcentual que não passa de 28% entre os "imigrantes."

    O estudo também implica que "imigrantes" são lineares, ou seja, querem ver começo, meio e fim das histórias, nessa ordem. Os "nativos", da sua parte, querem todas as etapas da história, mas aceitam qualquer ordem. Na verdade, eles estariam aptos a pegar pedaços de uma mesma história em diferentes plataformas e em diferentes ordens, segundo sugere o estudo.

    Os achados sugerem que o fenômeno de múltiplos dispositivos e plataformas praticamente "reescreveu" o cérebro de toda uma geração de novos consumidores, e gerou para equipes de marketing e conteúdo um ambiente altamente complexo e desafiante no que diz respeito a ações visando engajamento.

    Confira no quadro abaixo algumas diferenças entre os hábitos de "nativos" e "imigrantes digitais".

    Uso de mídias digitais (Dia anterior; Ao menos uma vez)
     

    % de Respondentes

    Mídia usada no dia anterior Nativos Digitais Imigrantes
    Checou e-mail pessoal

    98%

    96%

    Checou notícias ou clima online

    81

    82

    Fez ou recebeu ligações no celular

    85

    71

    Enviou ou recebeu mensagem de texto

    85

    52

    Checou o Facebook

    80

    57

    Checou o Twitter

    26

    14

    Checou notícias ou clima na TV

    55

    78

    Usou o telefone fixo de casa

    31

    57

    Fonte: TimeInc, Abril 2012

     

    Deixe seu comentário