Intel tenta se livrar de multa bilionária na Europa

0
0

A Intel irá solicitar à Corte de Justiça Europeia, segundo maior tribunal do continente, a revisão da multa de 1,06 bilhão de euros aplicada pela Comissão Europeia, órgão executivo da União Europeia. De acordo com um porta-voz, a Intel comandará uma audiência de defesa na primeira semana de julho em Luxemburgo.

A fabricante de chip foi condenada em um processo aberto em 2009 na Comissão Europeia por abuso de poder de mercado no segmento de chips para computadores. A Intel é acusada de utilizar práticas anticompetitivas, principalmente contra a rival AMD. Esta  é considerada a maior ação antitruste do tribunal, de acordo com os oficiais, já que a cifra envolvida é quase o dobro dos 497 milhões de euros de multa aplicada à Microsoft em um caso semelhante.

A defesa irá se basear no argumento de que a Comissão “se equivocou nas conclusões”.

A Intel anunciou também que firmou parceria com a indiana Lava, para o desenvolvimento conjunto do um dispositivo móvel batizado de Xolo. O CEO da companhia, Paul Otellini,  falou sobre o acordo à CNBC, canal de TV paga da NBC Universal dedicado a notícias de negócios, informa o blog All Things Digital.

Deixe seu comentário