Huawei processa Samsung sob alegação de violação de uma série de suas patentes de smartphones

0
11

A Huawei entrou com um processo nesta quarta-feira, 25, nos Estados Unidos, contra a Samsung, alegando que a fabricante sul-coreana de eletrônicos infringiu uma série de patentes de sua propriedade relacionadas a dispositivos móveis e à tecnologia de comunicações para celulares.

A ação judicial marca o primeiro desafio legal importante de uma fabricante chinesa de smartphones contra a Samsung, que tem dominado as vendas mundiais de smartphones ao longo dos últimos anos. As empresas chinesas têm ambições no mercado mundial de smartphones, onde grandes players como a Huawei estão investindo bilhões de dólares para reforçar suas carteiras de patentes, de maneira que lhes permitam competir com Samsung e Apple no mercado internacional.

A Huawei diz que está buscando compensação da Samsung pela violação de 11 de suas patentes relacionadas a smartphones e dispositivos de redes móveis. O processo cobre o uso do protocolo de rede celular que Huawei diz ajudar a garantir o serviço de telefonia ininterrupto em redes LTE (4G) da Samsung. A fabricante chinesa alega que a coreana tem usado essa tecnologia em seus principais produtos, que remonta ao Galaxy S II lançado cinco anos atrás.

"A Samsung e suas afiliadas ganharam bilhões de dólares com a venda de produtos… que usam a tecnologia da Huawei", diz a fabricante chinesa no processo, que foi impetrado no Tribunal do Distrito Norte da Califórnia.

"Esperamos que a Samsung respeite o investimento e patentes da Huawei, pare de infringir nossas patentes, obtenha a licença necessária e trabalhe em conjunto com a Huawei para conduzir a indústria para a frente", disse Ding Jianxing, presidente dos direitos de propriedade intelectual da Huawei, ao The Wall Street Journal.

Procurada pelo jornal americano, a Samsung disse que a empresa "fará uma revisão completa da denúncia e tomara as medidas adequadas para defender os interesses de negócios da companhia".

Com sede em Shenzhen, a Huawei também entrou com uma ação contra a Samsung na China, no Tribunal Popular Intermediário de Shenzhen. A Huawei é a terceira maior fabricante de smartphones do mundo em vendas, atrás apenas da Samsung e da Apple, com uma participação de mercado de 8,3% no primeiro trimestre deste ano, de acordo com o Gartner.

Deixe seu comentário