TIM amplia infraestrutura de rede nas rodovias de São Paulo

0
99

O São Paulo será um dos principais beneficiados do projeto TIM SkyCoverage. A iniciativa levará a rede 4G para regiões que hoje não têm a cobertura, com a utilização de estruturas simplificadas e energia renovável, como painéis solares para ligar torres e antenas, conectadas via satélite, especialmente em áreas mais isoladas, em um modelo sustentável inédito no Brasil.

Ao todo, até 2023, a infraestrutura que garantirá sinal de celular nas estradas paulistas cobrirá cinco mil quilômetros de rodovias, incluindo importantes rotas de escoamento de produção agrícola e de bens produzidos nas indústrias da região, garantindo cobertura 4G nas mais importantes interligações dos principais municípios do Estado como Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Presidente Prudente, Bauru, Sorocaba e a própria capital paulista, passando também por cidades de divisa com Paraná e Minas Gerais.

Além dos benefícios para os clientes, que poderão contar com conectividade em todo seu trajeto, facilitando, por exemplo, a navegação por GPS, a iniciativa da TIM também trará benefícios para os setores do Agronegócio e Logística, através de rastreamento online de cargas e, ainda, desenvolvimento para cidades e vilarejos. O SkyCoverage também contempla resorts no Estado de São Paulo, incentivando o turismo local.

Um dos grandes diferenciais do investimento está na opção por fontes de abastecimento dos sites (antenas), em linha com os compromissos ambientais, sociais e de governança (ESG, na sigla em inglês) da companhia e suas metas de ecoeficiência e uso de energia renovável. Assim, a TIM vem priorizando soluções off-grid no projeto, ou seja, que não dependem de rede elétrica para funcionamento, mas de alimentação de energia proveniente de painéis fotovoltaicos solares. Desta forma, é possível oferecer infraestrutura simplificada, com menor custo, e ainda assim garantir maior cobertura da tecnologia de quarta geração.

A ideia é integrar a operadora, parceiros e fornecedores e oferecer conectividade 4G em 700MHz atendendo, além de 100% dos municípios do Brasil, inúmeras localidades que hoje não têm sinal de internet ou telefonia, especialmente em áreas remotas nas regiões mais periféricas do país.

Os dois primeiros sites off-grid do projeto SkyCoverage foram instalados em São Paulo em fevereiro. Um fica em Presidente Bernardes, na região Oeste do Estado, a 578 quilômetros da capital, e fornece cobertura 4G para parte da BR-374 (Rodovia Raposo Tavares), no trecho entre as cidades de Presidente Prudente e Presidente Venceslau. O outro fica em General Salgado, a 80 quilômetros de Araçatuba, no Centro-Oeste paulista, atendendo a rodovia estadual SP-463.

Em consonância com suas metas ESG, e para viabilizar o projeto em áreas isoladas, democratizando o acesso à conectividade, a TIM desenvolveu sites (antenas) off-grid em parte do projeto de expansão da sua cobertura 4G. A partir de antenas de infraestrutura simplificada, com torre estaiada e de menor custo, será possível distribuir o sinal 4G mesmo onde não há rede elétrica, já que podem ser alimentadas por energia solar. O objetivo é levar a rede de quarta geração a locais de difícil acesso e sem energia elétrica disponível.

Cada site do projeto tem sua própria geração de energia solar com painéis fotovoltaicos e utiliza ainda baterias de lítio, que garantem autonomia completa e mais capacidade para ciclos de carga e descarga, resultando em maior vida útil do equipamento. Desta forma, são estruturas não só mais acessíveis em todo o território nacional como também sustentáveis. O projeto faz parte do Plano Estratégico ESG da TIM que prevê, até 2025, alcançar 80% de ecoeficiência no tráfego de dados e ter 90% do consumo de energia proveniente de fontes renováveis, além de contribuir também com aspectos sociais ao promover a inclusão digital.

O SkyCoverage reforça a importância das premissas ESG na TIM ao atender a uma demanda social de maior acesso à internet e priorizar soluções ambientalmente sustentáveis na sua execução. O projeto destaca a atuação pioneira da companhia no tema dentro do setor de telecomunicações, reconhecida pela presença em importantes indicadores como o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) – sendo a operadora por mais anos consecutivos na lista, desde 2008 – o S&P/B3 Brasil ESG e o Índice Carbono Eficiente (ICO2), todos da B3.

Deixe seu comentário