Publicidade
Início Newsletter (TI Inside) Ações da Apple caem a menos de US$ 400 após avaliação de...

Ações da Apple caem a menos de US$ 400 após avaliação de analistas

0
Publicidade

As ações da Apple caíram abaixo dos US$ 400 na segunda-feira, 24, depois que analistas afirmaram que a companhia poderia diminuir seu ritmo de produção. Os papéis caíram até U$398, antes de fechar a U$402,34, uma queda de 2,7%. Nesta terça-feira, 25, as ações abriram o pregão na bolsa eletrônica Nasdaq cotadas a US$ 402,29, mas voltaram a registrar queda de 0,14% às 15h12 (horário local), passando a valer US$ 401,98. No fim do dia, houve uma pequena reação e os papéis tiveram uma ligeira alta de 0,02%, fechando o pregão a US$ 402,63.

As ações da Apple vêm caindo desde setembro, quando atingiu um máximo de US$ 700. Wall Street está pessimista em relação à empresa. O analista Peter Misek, da consultoria Jefferies Research, cortou o preço-alvo dos papéis da fabricante de US$ 420 para US$ 405, alegando preocupações com o enfraquecimento das vendas de iPhone. “Continuamos cautelosos em relação à Apple”, declarou Misek ao site de notícias Mercury News. Ele também reduziu a estimativa de vendas do smartphone da companhia no terceiro trimestre, que de 30 milhões de unidades para 27 milhões de aparelhos, enquanto a receita e os ganhos por ação para o período, que eram estimados em US$ 38,8 bilhões e US$ 7,64 por ação, respectivamente, passaram para US$ 36,6 bilhões e US$ 7,02.

O analista da Global Equities Reserach, Trip Chowdhry, alerta para possíveis demissões de funcionários devido, em parte, o fraco desempenho da companhia na bolsa. Recrutadores dizem ter detectado um crescente número de funcionários da Apple se candidatando a vagas em outras grandes companhias como o Google e o LinkedIn. Além disso, Chowdhry observa que as iniciativas que a companhia tomou para elevar o preço das ações, como a oferta de US$ 17 bilhões em títulos e a meta de distribuir US$ 100 bilhões em dividendos até o fim de 2015, estão falhando e podem piorar o balanço financeiro da empresa.

A oferta de títulos da empresa tampouco gerou bons negócios, já que o preço desses títulos caiu de 99,418% para 90,36% do valor de face (valor nominal), que se refere ao valor pago ao investidor na data de vencimento. Os títulos da Apple com vencimento mais longo sofreram quedas mais acentuadas, mas até os com vencimento de cinco a dez anos tiveram recuo no preço. Os títulos de US$ 5,5 bilhões, com vencimento em 2023, agora possuem valor de mercado de US$ 5,2 bilhões.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile