Lojas Marisa adota gestão remota de ativos de TI e melhora segurança

0
0

Com o propósito de facilitar a gestão de seus ativos de hardware e software, a rede de lojas de departamento Marisa decidiu terceirizar a operação para integrar todo o ambiente TI e realizar as atualizações de seus pontos de venda remotamente. O gerente de infraestrutura de TI da empresa, Silvio Oliva, conta que rede varejista precisava realizar uma auditoria de todo o inventário de software e hardware de suas 230 lojas espalhadas pelo Brasil, e identificar as necessidades de distribuição de aplicativos, instalação de soluções de segurança e de acesso remoto das máquinas pudessem ser identificadas.
De acordo com o executivo, a empresa tinha que automatizar as instalações de aplicativos e precisava que isso fosse feito remotamente. A solução adotada pela Marisa, conforme contou Oliva durante o 3º Seminário de Serviços Gerenciados de TI e Telecom, evento promovido pelas revistas TI INSIDE e TELETIME, organizado pela Converge Comunicações, foi repassar a gestão dos ativos de TI para a fornecedora de software de gerenciamento de sistemas Kaseya. A companhia ficou responsável por integrar todo o ambiente e possibilitar a instalação em tempo real de todos os aplicativos e adoção de novas soluções para pontos de venda, sem perda de produtividade.
O gerente de TI diz que a adoção do modelo gerenciado de gestão permitiu o monitoramento remoto de todos os pontos de venda. Isso, segundo Oliva, facilitou a implantação de senhas individuais de segurança, a proibição da instalação de dispositivos externos, como CDs, e de programas proibidos, aumentando a segurança e reduzindo a perda de equipamentos nas lojas.
Oliva diz, porém, que ainda não dá para especificar o quanto foi economizado com a mudança ou qual foi o retorno do investimento, mas garante que aumentou a produtividade dos funcionários das lojas e tornou mais fácil a implantação de novas políticas de TI.

Deixe seu comentário