Publicidade
Início Segurança Cases Cidade de Foz do Iguaçu recebe câmeras digitais com tecnologia avançada que...

Cidade de Foz do Iguaçu recebe câmeras digitais com tecnologia avançada que filmam no escuro

0
Publicidade

A Hikvision anuncia a modernização do sistema de videomonitoramento da cidade de Foz do Iguaçu, no Paraná. O município, que é o terceiro maior destino de estrangeiros no Brasil, terá 134 novas câmeras posicionadas estrategicamente por todo o perímetro urbano coordenadas pela Guarda Municipal.

O objetivo do projeto de videomonitoramento é a otimização da segurança pública da cidade, que vê seu mercado turístico crescer ano a ano. Outro ponto de extrema importância, é a vigilância de fronteira, devido à estratégica localização de Foz do Iguaçu, localizada na divisa da Argentina e Paraguai.

A operação de modernização iniciou no começo deste ano (janeiro) e a parceria entre a Prefeitura de Foz do Iguaçu e a Copel (Companhia Paranaense de Energia) irá viabilizar a funcionalidade das câmeras neste segundo semestre e sua interligação a uma rede de 200km de fibra óptica ocorrerá até o final de 2018.

Dentre as 134 novas câmeras, o destaque fica para as câmeras LPR com leitura de placas veiculares nas principais entradas e saídas da cidade, além da presença de câmeras Darkfighter, que operam em alta definição e em cores, mesmo na quase completa escuridão (0,001lux). Câmeras PTZ com 30x de zoom e qualidade de imagem de 2 megapixels também fazem parte do projeto, fixadas por todo o perímetro urbano.

De acordo com o Secretário de Segurança, Reginaldo da Silva, a sua frente de trabalho para ampliação do sistema acontecerá este ano. “Todas as forças de segurança do município definiram locais estratégicos, como as pontes da Amizade e Tancredo Neves, BR 277 e em ruas próximas a escolas, CMEIS, postos de saúde e outros locais”, explicou da Silva.

Para Jefferson Timo, responsável por projetos de cidades da Hikvision Brasil, a necessidade de segurança de missão crítica em uma cidade de fronteira demandou grande planejamento no projeto e ampla diversidade de modelos de câmeras e equipamentos. “Fazer monitoramento ininterrupto em áreas consideradas de alto e médio risco e em localidades estratégicas, alinhando recursos extremamente avançados com uma  infraestrutura robusta de fibra óptica tornou o projeto um grande apoio aos órgãos de segurança locais e federais”.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

Sair da versão mobile