Cockpit do novo Mercedes-Benz usa inteligência artificial e tecnologia da NVIDIA Enterprise

0
55

O sedan topo de linha da Mercedes-Benz sai de fábrica com recursos de inteligência artificial. O Classe S vem com um sistema MBUX totalmente novo no cockpit, com IA, um head-up display com realidade aumentada, um assistente de voz inteligente e gráficos interativos sofisticados, oferecendo recursos inteligentes e personalizados a todos os passageiros do veículo, e não só ao motorista.

Assim como na versão anterior, o MBUX de última geração é processado pelas GPUs NVIDIA de computação de alto desempenho e eficiência energética, que realizam processamentos instantâneos e oferecem gráficos nítidos.

Com mais recursos automatizados e autônomos integrados ao veículo, o motorista e os passageiros podem acessar os mesmos recursos de entretenimento e produtividade, aproveitando uma viagem personalizada, independentemente do assento que estão ocupando.

A tecnologia da NVIDIA Enterprise reuniu os componentes de cabine do veículo em uma plataforma de IA, retirando 27 teclas e interruptores do ambiente, simplificando a arquitetura e criando mais espaço para a adição de novos recursos. Desta forma, o sedan de luxo apresenta praticamente a mesma capacidade de computação que 60 veículos comuns. Cada chip controla o cluster 3D, o sistema de entretenimento informativo e os monitores do banco traseiro.

Com o novo sistema MBUX, é possível ter fácil acesso às tecnologias mais atuais de gráficos, detecção de passageiros e processamento de linguagem natural.

O Classe S conta com cinco telas grandes, cada uma com monitores brilhantes, o sistema central de entretenimento informativo de 12,8 polegadas com tecnologia OLED, o que facilita o uso dos controles do veículo e de conforto pelos passageiros. No novo display 3D do motorista, basta apertar uma tecla para ter uma visão realista do espaço ao redor do automóvel.

O sistema oferece ainda mais segurança, possibilitando o reconhecimento da impressão digital, rosto e voz, além do tradicional PIN para acessar recursos personalizados. As câmeras conseguem detectar se há algum veículo se aproximando quando o passageiro estiver prestes a sair do veículo, avisando-o antes de ele abrir a porta. Essa mesma tecnologia é usada para verificar se o assento infantil está seguro e se o motorista está prestando atenção na estrada.

O MBUX consegue até desenvolver mais as conversas. Ele responde a um número maior de perguntas, algumas sem precisar usar o comando "Hey, Mercedes", e pode interagir em 27 idiomas, inclusive tailandês e tcheco.

Essas funções futuristas são fruto de mais de 30 milhões de linhas de código escritas por centenas de engenheiros, que estão sempre pensando em formas inovadoras de garantir que os clientes aproveitem a viagem.

Deixe seu comentário