8 passos para garantir o ingresso na carreira de desenvolvimento de software

0
13

O grande viés tecnológico adotado por empresas no último ano fez com que a busca por profissionais qualificados na área da tecnologia aumentasse em mais de 600% somente em 2020, de acordo com um levantamento realizado pela CNN. Com este movimento a Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) calcula que o país deve contratar até 2024, mais de 400 mil profissionais da área.

Liderando o número de vagas, a tecnologia entrou na lista de profissões do futuro. Em um mercado que não para de crescer, a pergunta mais frequente daqueles que desejam ingressar no segmento é "como faço para conseguir uma oportunidade se não possuo experiência?".

Com a competitividade se intensificando a cada dia, algumas dicas podem auxiliar nessa caminhada em busca da primeira oportunidade.

1- Participe de eventos na comunidade

Esta é uma oportunidade para aprender não somente sobre codificação ou linguagens de programação, mas também sobre os processos de desenvolvimento e, até mesmo, de empreendedorismo. Além de aprender, foque em conhecer as pessoas e fortalecer seu networking.

Existe uma série de eventos gratuitos e, praticamente todos, permitem incrementar a rede de contatos e a troca de experiências. Não fique envergonhado com a falta de experiência, deixe isto claro e aproveite o momento para falar  que está estudando e disponível para entrar no mercado de trabalho.

2 -Tenha uma conta no GitHub

A maioria das grandes empresas utilizam uma ferramenta de controle de versões de seus projetos, e muitas delas utilizam um sistema baseado no GIT. No entanto, muitos não possuem uma conta. Esta é uma informação importante nos currículos e nas entrevistas.

Ter uma conta ativa demonstra organização e de quebra você estará utilizando e aprendendo uma ferramenta de controle de versões. Lá é possível compartilhar trabalhos acadêmicos, individuais ou em grupo. Se for em grupo, aproveite para aprender e aplicar conceitos de pull request em seus projetos.

3-Documentação e legibilidade do código

Muitas empresas enviam desafios para os candidatos. Você sabia que estes desafios, muitas vezes, são corrigidos por um desenvolvedor que trabalhará com você? Uma dica nestes projetos enviados é não se preocupar apenas com o resultado do código gerado, mas também com três aspectos:

Documentação: como que a pessoa que vai corrigir o seu projeto saberá como executá-lo? Muitos aplicativos demandam uma série de configurações e pré-requisitos. Deixe tudo bem claro.

Crie um código que seja fácil de entender e manter: "mesmo um código ruim pode funcionar, mas se ele não for limpo, pode acabar com uma empresa de desenvolvimento." Trecho do livro O código limpo de Robert C.

Aproveite para publicar o desafio. Esta é uma boa oportunidade para você exercitar a dica anterior. Projetos publicados no Git podem ser documentados utilizando o arquivo README.MD. Este arquivo é a documentação e ficará visível na página inicial do seu projeto.

5 -Seja ativo em projetos opensource no GitHub

A maioria das bibliotecas OpenSource utilizadas no mercado estão lá no GitHub. Aproveite para interagir nestes projetos criando issues, dando estrelas e seguindo pessoas.

6 -Treinamentos

Não se limite aos conhecimentos repassados na universidade. Busque cursos em outros meios. No YouTube também existe muito material gratuito ou canais que ensinam diversas ferramentas ou linguagens. Colocar em prática tudo que se aprende é crucial para fixar o conhecimento e se desenvolver. Isso também ajuda a exercitar as dicas dadas anteriormente.

Ideias de aplicativos, sites e "novos Facebooks" e "Ubers"

Quem nunca teve uma ideia de aplicativo para ficar bilionário? Ou só milionário? Executou esta ideia e não deu certo? Não fique triste, publique o resultado no GitHub. A simples atitude de ter uma ideia e tentar já pode abrir muitas portas pra você! Eu converso com várias pessoas que possuem estas ideias implementadas e não divulgam em seu portfólio, com vergonha pois não deu certo. Mas saiba que este é um grande diferencial nos processos de triagem.

7 -Atualize seu LinkedIn

Atualize seu LinkedIn com seu Github, seus treinamentos e acrescente como experiências suas tentativas de criar aplicativos. Toda experiência é bem vinda, inclusive aquelas que você desenvolveu sozinho. Isso demonstra seu comprometimento e vontade de conhecer e se especializar no segmento.

8 -Não se apaixone pela linguagem de programação

Leve esta dica para toda sua jornada profissional: se apaixone por resolver problemas. A linguagem, seja ela Java, PHP, Python ou qualquer outra, é apenas o meio. Eventualmente surgem novas bibliotecas, linguagens e você precisa estar preparado para entender em quais problemas elas serão úteis.

Anderson Buzzi, diretor de tecnologia da Paytrack.

Deixe seu comentário