Lei aprovada na Califórnia obriga instalação de 'botão da morte' para coibir roubo de smartphones

0
0

Os smartphones vendidos na Califórnia, o estado mais populoso dos Estados Unidos, serão obrigados a já sair de fábrica com o recurso chamado "kill switch" (botão da morte, em tradução livre) que permite que os proprietários desabilitem remotamente seus aparelhos tornando-os inúteis no caso de perda ou roubo. É que o governador JerryBrown assinou projeto de lei, nesta terça-feira, 26, que visa conter epidemia de roubo de celulares no Estado, que responde por mais da metade dos crimes em várias das grandes cidades do estado.

"Nossos esforços vão acabar efetivamente com o incentivo ao roubo de smartphones e coibir esse crime de conveniência, que está alimentando o crime de rua e a violência nas nossas comunidades", disse o senador democrata estadual MarkLeno, autor do projeto.

Pela nova lei, todos os smartphones vendidos no estado depois de julho de 2015 já virão equipados com tecnologia que permite que ele seja desligado remotamente em caso de roubo. O projeto de lei recebeu grande apoio dos promotores da Califórnia e órgãos da lei.

De acordo com a Liga Nacional dos Consumidores dos EUA, 1,6 milhão de dispositivos portáteis foram roubados em 2012 na Califórnia, responsáveis por mais da metade de todos os crimes em SanFrancisco, Oakland e outras cidades.
Outros estados, que também enfrentam uma onda de roubos de smartphones, têm considerado adotar medida semelhante, como o estado de Minnesota que aprovou uma lei de prevenção ao roubo, em maio. A nova lei da Califórnia, no entanto, vai mais longe, obrigando os fabricantes a notificar os consumidores de que a tecnologia está disponível em seus aparelhos.

Deixe seu comentário