Easynvest traz conceito Netflix para os investimentos

0

A Easynvest, corretora independente, anuncia uma nova forma de investir em renda variável, com navegação fora do home broker, visual de plataforma de streaming e informações transparentes. Com a novidade, a corretora inova a jornada de renda variável, para facilitar a experiência de investidores pessoas físicas iniciantes.

A nova plataforma trará funcionalidades inspiradas nos famosos canais de streaming, com imagem de capa de cada ativo, playlist de investimentos por caraterísticas dos ativos, indicadores visuais de alta e baixa de ações, detalhamento das taxas cobradas, rentabilidade total das aplicações e carteiras recomendadas de diferentes parceiros.

O objetivo do serviço é munir o cliente do máximo de informações sobre os produtos, reduzir o tempo para a escolha e garantir que o investidor não tenha dúvidas na hora de diversificar. O público-alvo é o investidor iniciante que aplicaria a partir de 15 reais em renda variável.

Junto ao lançamento da nova plataforma, a corretora anuncia taxa zero de corretagem até o final do ano (2019) para a primeira aplicação na categoria.

A Easynvest também anuncia redução das taxas de corretagem permanentemente na plataforma. No mercado fracionário, o custo cai de R$10 para R$2,49 por ordem. No lote padrão de ações, o valor sai de R$10 para R$4,99. Acima de 100 ordens o investidor não tem custo com a corretora.

A nova experiência não é uma iniciativa isolada da corretora. Durante todo o ano, a Easynvest vem anunciando diversas ações e benefícios para clientes de renda variável. Recentemente, foi incluído um novo Home Broker Pro ideal para heavy user; e houve redução de 90% em taxa de corretagem de futuros para Day Traders e Swing Traders, além de maior alavancagem para nossos clientes.

Para o desenvolvimento da nova plataforma, a Easynvest investiu seis meses em pesquisa e desenvolvimento. Na primeira etapa, antes da estruturação do produto, a corretora conversou com clientes e não clientes de renda variável. Ao todo, foram consultadas mais de 4.700 pessoas para entender quais eram os maiores medos e anseios desses potenciais investidores em Bolsa.

Todas elas reclamaram de falta de informações para tomarem decisões de investimentos no Home Broker, além de 67% afirmarem que as plataformas são pouco intuitivas. 

Como complemento às pesquisas internas, a Easynvest também cruzou dados de mercado. Uma pesquisa da Anbima aponta que ações é o segundo produto de investimento mais lembrado pelo brasileiro, mas hoje apenas 1% investem de fato.

Nesta mesma pesquisa, 57% das pessoas acham que são necessários entre R$ 1.000,00 e R$ 5.000,00 para aplicar em ações, o que mostra o desconhecimento do brasileiro sobre o produto. 

Deixe seu comentário