Intel adquire participação em duas fabricantes chinesas de chips por US$ 1,5 bilhão

0
7

A Intel anunciou na quinta-feira, 25, que desembolsará US$ 1,5 bilhão por uma participação de 20% nas fabricantes chinesas de chips Spreadtrum Communications e RDA Microelectronics por meio de um acordo com o Tsinghua UniGroup, empresa de private equity afiliada ao governo chinês, que detém as duas empresas. Sujeita a aprovações regulatórias, a transação deve ser concluída no início de 2015.

Em comunicado, a companhia afirma que os acordos visam ampliar sua oferta de produtos, bem como a adoção de smartphones baseados em seus chips na China e em todo o mundo, cujo mercado é dominado atualmente pela rival Qualcomm.

Sob os termos do acordo, a Spreadtrum Communications irá criar e vender em conjunto com a Intel uma família de dispositivos SoC (systems on a chip). Os primeiros produtos estarão disponíveis a partir do segundo semestre de 2015.

"Essa parceria vai melhorar a nossa capacidade de suportar uma ampla gama de clientes de telefonia móvel na China e no resto do mundo, oferecendo um amplo portfólio de soluções de arquitetura e tecnologia de comunicações da Intel", disse Brian Krzanich, CEO da Intel.

 

Deixe seu comentário