Publicidade
Início Blogueria Hiperautomação: uma combinação de diversas tecnologias para criar sistemas automatizados e adaptáveis

Hiperautomação: uma combinação de diversas tecnologias para criar sistemas automatizados e adaptáveis

0
Publicidade

A tecnologia nunca esteve tão presente em nosso dia a dia. A verdade é que já não sabemos mais viver sem ela, seja em nossa rotina pessoal ou mesmo no ambiente de trabalho, onde dependemos dela para manter tudo funcionando com rapidez e eficácia.

Nesse cenário, torna-se cada vez mais necessário que as organizações adotem a hiperautomação, um dos conceitos mais impactantes dos tempos modernos, que promete revolucionar a maneira como as empresas operam, promovendo eficiência, agilidade e inovação em todos os níveis.

É claro que ainda existem muitas dúvidas sobre a diferença entre automação tradicional e hiperautomação. A primeira está focada apenas na automatização de processos de negócios por meio de sistemas, RPA (Automação Robótica de Processos) ou BPMS (Sistemas de Gerenciamento de Processos de Negócios), enquanto a segunda combina diversas tecnologias, incorporando elementos como inteligência artificial (IA), aprendizado de máquina, análise de dados avançada e automação robótica de processos (RPA), para criar sistemas altamente automatizados.

Um estudo sobre transformação digital conduzido pela McKinsey Brasil mostrou que as empresas líderes em maturidade digital no país, ou seja, aquelas que incorporam ferramentas de hiperautomação, entre outras soluções tecnológicas, alcançam uma taxa de crescimento até três vezes maior do que as organizações que ainda utilizam atividades analógicas em suas operações diárias.

No que diz respeito às despesas operacionais, as empresas que investem e adotam tecnologias de hiperautomação podem obter uma redução de até 30% nos custos, segundo relatório do Gartner publicado esse ano.

Sendo assim, fica claro que a adoção da hiperautomação é algo que o mercado vai exigir cada vez mais das empresas que desejam se manter competitivas e oferecer produtos e serviços de qualidade e inovadores.

Oportunidades e desafios da hiperautomação

As empresas podem usar a hiperautomação para identificar automaticamente oportunidades de automatização, coletar dados diversos, analisá-los automaticamente e apresentá-los na forma de indicadores, reduzir erros manuais, proporcionar uma maior governança ao processo como um todo, além de ajudar a evidenciar possíveis lacunas. Isso é algo revolucionário e economiza o tempo dos profissionais, que de outra forma estariam dedicados a tarefas desse tipo, perdendo a oportunidade de serem mais estratégicos.

No entanto, apesar de seus benefícios, a hiperautomação também apresenta desafios, como a necessidade de gerenciar e interpretar grandes volumes de dados, bem como garantir a privacidade e segurança dessas informações. Além disso, a transformação cultural nas organizações é extremamente necessária para adotar plenamente a hiperautomação.

Estamos falando de uma tendência que moldará o futuro dos negócios e deixará para trás as empresas que não se adaptarem a essa nova realidade. À medida que as companhias adotam essa abordagem, elas estão, sem dúvida, se preparando para enfrentar os desafios e as oportunidades do século XXI de maneira mais leve, eficaz e inovadora.

Renan Salinas, CEO & Founder da Yank Solutions.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Sair da versão mobile