Gigamon reverte prejuízo e tem lucro de US$ 4,28 milhões no terceiro trimestre

0
0

A Gigamon, fornecedora norte-americana de soluções para visibilidade de tráfego e segurança de rede, registrou lucro líquido de US$ 4,28 milhões no terceiro trimestre deste ano, depois de ter apresentado prejuízo de cerca de US$ 3 milhões em igual período do ano anterior, segundo balanço divulgado pela empresa na semana passada.

A receita da companhia teve expansão de 44% entre julho e setembro, para US$ 56,7 milhões, ante US$ 39,2 obtidos no mesmo intervalo de 2014. Nos últimos 12 meses, a receita totalizou US$ 186 milhões. A expansão é recorde na história da companhia, criada em 2004, e segue a tendência de crescimento dos últimos anos, que se manteve na base dos 40%.

A empresa, com capital aberto na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), anunciou o início das operações na América Latina no fim de setembro, com a abertura de escritórios regionais no Brasil (São Paulo) e no México e presença nos mercados de TI da Colômbia, Peru, Chile e Argentina. Com isso, a Gigamon quer expandir sua participação no mercado latino-americano.

Segundo Carlos Perea, vice-presidente de vendas para a região latino-americana da Gigamon, a entrada nesse mercado faz parte da estratégica de expansão da companhia, que se consolidou nos Estados Unidos desde sua criação, e há menos de dois anos está presente nos mercados europeu e asiático. "Mais de 20 empresas instaladas no Brasil, entre os principais bancos, seguradoras, indústrias e provedoras de serviços de telefonia, já estão no rol de clientes", afirma ele.

O executivo diz que as estatais também são alvo da empresa, porque possuem redes com fluxo enorme de informações e tendem a ser vítimas de ataques. "O foco da Gigamon são grandes empresas que lidam com enorme volume de dados e precisam fazer uma gestão complexa para garantir segurança da rede, eficiência operacional e resultados comerciais."

De acordo com Perea, as soluções da companhia distribuem dados do tráfego com alto poder de filtragem, seleção e transformação das informações coletadas em refinado grau de detalhamento, para aumentar a eficiência de diversos sistemas de gerenciamento de rede e análise de aplicações.

Deixe seu comentário