Publicidade
Início Blogueria Serviços gerenciados: por que é preciso considerá-lo para compor as soluções de...

Serviços gerenciados: por que é preciso considerá-lo para compor as soluções de TI

0
Publicidade

Reformular o modelo de negócio tem sido o principal desafio de empresas de todos os portes na Era da Transformação Digital. O dado, que integra um estudo da Robert Half em parceria com o Insper, evidencia o quanto é importante que as equipes internas de TI e SI de uma organização devem ter seu tempo otimizado para focar puramente em ações estratégicas do core business.

Hoje, nenhuma organização pode se dar ao luxo de operar sem tecnologia. Pelo menos não aquelas que desejam se manter competitivas, agregando valor à vida dos clientes e com otimização da operação. A questão é que a tecnologia evolui a passos largos, o cibercriminosos se profissionalizam em uma velocidade ainda maior e a missão de atrair e reter talentos da área de TI e SI é um desafio cada vez mais elevado para as organizações. Some a isso, a constante demanda dentro das empresas para que os líderes “façam mais com menos”.

É nesse cenário, que muitas empresas têm buscado apoio em Serviços Gerenciados de TI, ação pela qual um parceiro especializado, após fazer uma profunda imersão nas especificidades do negócio, faz a gestão de aplicações, infraestrutura, banco de dados e nuvens pública e privada. Tudo para que o time interno de TI e SI possa dedicar seu tempo, sua energia e seu conhecimento puramente no core business.

Quando realizada por uma equipe realmente especializada, essa ação estratégica garante que o ambiente digital da organização seja constantemente monitorado e mapeado por profissionais altamente qualificados, atualizados, inclusive, quanto às tendências, oportunidades e ameaças no âmbito de tecnologia e segurança da informação. Como você e eu sabemos, são conhecimentos difíceis de se manter “dentro de casa” diante da alta e enraizada disputa no mercado de trabalho por profissionais de talento.

Na busca pelo parceiro de Serviços Gerenciados mais adequado, a recomendação é optar por aquele que, além de comprovar conhecimento, expertise e casos de sucesso, esteja disposto a fazer um monitoramento diário dos ambientes, com análises e recomendações que possam melhorar o desempenho, a eficiência, a disponibilidade e a segurança das ações digitais, extraindo o potencial máximo do sistema legado e das tecnologias que a ele são ou serão acopladas.

Uma frase atribuída ao escritor Stewart Brand diz que “uma vez que uma nova tecnologia passa por você, se você não faz parte do rolo compressor, você faz parte da estrada”. E é realmente nisso que eu acredito. E com o ambiente digital ganhando complexidade dia a dia, é útil que os líderes de negócio, TI e SI ingressem na cultura de delegar ações operacionais e altamente relevantes para focar o olhar nos rumos que a organização está tomando, com tempo, energia e equipe para antever necessidades de mudança de direção.

Fábio Lucinari, CEO da Nublify.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário Cancelar resposta

Sair da versão mobile